Brasil

Servidora do STJ morre após cair de penhasco nos Andes Peruanos

Devido ao local de difícil acesso, a mulher só foi encontrada no dia seguinte ao acidente

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Servidora do STJ morre após cair de penhasco nos Andes Peruanos
Redação
OBemdito
3 de agosto de 2022 14h53

A servidora pública do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Maria Lucia Paternostro Rodrigues, de 46 anos, morreu, na última segunda-feira (1) durante uma viagem de férias aos Andes Peruanos – onde a mulher infelizmente caiu de um penhasco e veio a óbito.

O acidente aconteceu durante uma trilha que a servidora realizava pelas montanhas que são um dos ponto turísticos mais famosos do país. Em determinado ponto, Maria Lucia acabou escorregando e caindo de uma altura fatal.

O local que a vítima realizava seu percurso é de difícil acesso – o que fez com que o corpo de Maria Lúcia só pudesse ter sido descoberto na terça-feira (2), horas após o acidente. Após o resgate, o corpo da mulher deverá ser encaminhado até Lima, a capital do país, para dar início aos procedimentos necessários para o retorno do corpo para o Brasil, possivelmente para o Distrito Federal, onde a brasileira residia.

Maria era graduada em Letras, Direito e pós-graduada em Direito Público. Ela foi aceita no STJ em 2003 e atualmente exercia o cargo de assessora-chefe do Núcleo de Gerenciamento de Precendentes e de Ações Coletivas (Nugepnac).

O ministro Humberto Martins, atual presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da Justiça Federal (CJF) lamentou a tragédia e destacou as virtudes pessoais e profissionais da trabalhadora.

“O Tribunal da Cidadania está de luto! Expressamos nossa absoluta tristeza pela partida da nossa valorosa servidora Maria Lucia Paternostro Rodrigues. Ela honrou e dignificou não apenas o STJ, mas também todo o Poder Judiciário e o sistema de Justiça. A sua história de vida é um exemplo de entrega com excelência e amor à causa da cidadania brasileira. Que Deus, em sua misericórdia infinita, conforte e fortaleça todos os familiares e amigos”, disse.

Maria deixa uma filha de 12 anos.

(Redação, com informações TN Online)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.