Umuarama

Laudo confirma que ossada encontrada em Umuarama é de Manoel Cassemiro da Cruz

Nesta quinta-feira a família fez o sepultamento dos restos mortais no cemitério municipal de Umuarama

Seu Manoel Aparecido da Cruz estava desaparecido desde janeiro de 2020 | Foto: Arquivo da família
Laudo confirma que ossada encontrada em Umuarama é de Manoel Cassemiro da Cruz
Jaqueline Mocelin
OBemdito
2 de dezembro de 2021 12h03

A família do senhor Manoel Cassemiro da Cruz teve acesso ao laudo que confirmou que a ossada encontrada em uma pequena mata nos fundos do bairro Dom Bosco, em Umuarama era do idoso desaparecido desde janeiro de 2020. A confirmação aconteceu na quarta-feira (1º).

OBemdito conversou com a filha dele, Cleuza da Cruz, na manhã desta quinta-feira (2). Ela disse que a família ainda tinha um sentimento de que os ossos encontrados pudessem não ser do Seu Manoel, mas pelo menos agora ele teve uma despedida digna.

Nesta manhã os familiares se reuniram no cemitério municipal de Umuarama e realizaram o sepultamento dos ossos. Conforme a filha, eles foram colocados em um caixão, houve benção do padre e foram ouvidas músicas que o idoso gostava. “Foi um momento de despedida da família. Foi uma morte precoce, porque não aconteceu de forma natural, mas pelo menos agora temo um local onde ir por uma vela, fazer uma oração”, disse Cleuza. A filha acredita a Missa de 7º Dia acontecerá na Paróquia São José Operário, o que ainda deve ser divulgado.

Cleuza falou que apesar da tristeza, a confirmação que consta no laudo trouxe alento para os familiares. “Era difícil até pra gente tomar uma água, pois eu não sabia se ele estava vagando por aí com sede. Era horrível imaginar a cada momento que ele poderia estar sofrendo”, afirmou.

Ela aproveitou para agradecer a todos que apoiaram neste período de aflição. “Foram muitos anjos em nossa vida, muitas pessoas que se tornaram amigas e nos deram apoio. Obrigada a todos, nos sentimos muito gratos”, finalizou.

LOCALIZAÇÃO DOS OSSOS

Um crânio humano foi encontrado no dia 19 de maio deste ano em uma pequena mata nos fundos do bairro Dom Bosco, em Umuarama. Na ocasião, uma moradora do bairro disse que a polícia foi acionada depois que crianças que colhiam jabuticabas nas imediações chegaram em casa e avisaram os pais do que tinham visto.

No dia seguinte (20 de maio) novas buscas foram realizadas no local e as equipes da Polícia Civil encontraram uma ossada, um calçado e uma carteira.

Todo o material foi recolhido, colocado em uma embalagem e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Umuarama, para passar por perícia. Havia expectativa de se tratar de Manoel Cassemiro da Cruz, pois o idoso teria sido visto pela última vez naquela região.

O resultado do laudo, conforme a filha de Seu Manoel, foi divulgado nesta quarta-feira e confirmou se tratar de seu pai.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

LEIA TAMBÉM