Umuarama

Hospital Nossa Senhora Aparecida é parcialmente interditado pela Vigilância Sanitária

Apenas consultas clínicas e serviços administrativos estão liberados

Profissionais da Vigilância em inspeção no Hospital Senhora Aparecida (FOTOS: ASSESSORIA DE IMPRENSA)
Hospital Nossa Senhora Aparecida é parcialmente interditado pela Vigilância Sanitária
Redação
OBemdito
20 de maio de 2022 18h26

O Hospital Nossa Senhora Aparecida foi parcialmente interditado pela Vigilância em Saúde na tarde desta sexta-feira (20). Profissionais do órgão fizeram inspeção no local e confirmaram irregularidades no Centro de Esterilização, que foi fechado. A medida atende recomendação do Ministério Público do Paraná (MPPR).

Desta forma, o hospital deixa de receber novos pacientes e a Central de Leitos da Secretaria de Estado da Saúde avaliará a necessidade de transferência dos internados. Seriam 75, conforme a direção do estabelecimento. Com a interdição, além do setor administrativo o Nossa Senhora poderá realizar apenas consultas clínicas. Os demais procedimentos ficam restritos.

A direção do hospital disse ter firmado convênio com a Universidade Paranaense para terceirizar os serviços de esterilização de materiais e lavanderia, porém a Vigilância Sanitária aguarda a apresentação dos documentos e protocolos para a adequação das irregularidades, a fim de que uma nova vistoria seja realizada para a liberação de todos os serviços.

A Secretaria de Saúde assegurou que os pacientes internados não ficarão desassistidos e que vai acompanhar o atendimento prestado.

Segundo o MP, o Hospital Nossa Senhora Aparecida está há mais de seis meses em condições de funcionamento precárias. Uma inspeção feita pela Vigilância Sanitária em março já havia constatado que a esterilização dos instrumentos hospitalares estava incorreta devido a uma falha no setor.

Não é de hoje que o o hospital vem enfrentando problemas, relacionados principalmente à falta de recursos financeiros. A crise se agravou na pandemia, quando os serviços eletivos (de maior retorno) tiveram que ser suspensos.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.