Paraná

Boletim da Covid confirma 17 mortes e 814 novos casos da doença no Paraná

Foto: José Fernando Ogura/AEN
Boletim da Covid confirma 17 mortes e 814 novos casos da doença no Paraná
Marta Paula
OBemdito
24 de novembro de 2021 21h44

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quarta-feira (24) mais 814 casos confirmados e 17 mortes — referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas — em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Há ajustes ao final do texto.

Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 1.569.098 casos confirmados e 40.537 mortos pela doença.

Os casos confirmados divulgados nesta data são de novembro (436), outubro (96), setembro (61), agosto (45), julho (38), junho (44) e maio (93) de 2021 e novembro (1) de 2020.

Os óbitos divulgados nesta data são de novembro (14) e outubro (2) de 2021 e dezembro (1) de 2020.

INTERNADOS – 185 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 125 pacientes em leitos SUS (75 em UTI e 50 em leitos clínicos/enfermaria) e 60 em leitos da rede particular (34 em UTI e 26 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 254 pacientes internados, 236 em leitos UTI e 18 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos da rede pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A Sesa informa a morte de mais 17 pacientes. São 8 mulheres e 9 homens, com idades que variam de 40 a 90 anos. Os óbitos ocorreram entre 27 de dezembro de 2020 a 24 de novembro de 2021.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Ponta Grossa (2), Londrina (2) e Curitiba (2).

A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Tamarana, Porecatu, Maringá, Ivaí, Itaipulândia, Irati, Ibema, Ibaiti, Guaraniaçu, Cascavel e Araucária.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 6.234 casos de residentes de fora do Estado, 222 pessoas foram a óbito.

(Agência Estadual de Notícias)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

LEIA TAMBÉM