Sicred
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Redação Publisher do OBemdito

Câmera registra momento em que idosa reage a assalto e é arrastada por carro; suspeita foi presa

O GPS de um celular roubado levou a polícia até a casa da suspeita, onde ela foi presa com vários aparelhos

Foto: Banda B
Câmera registra momento em que idosa reage a assalto e é arrastada por carro; suspeita foi presa
Redação - OBemdito
Publicado em 3 de julho de 2024 às 21h00 - Modificado em 3 de julho de 2024 às 21h00
Porto Camargo
Atlanta Pneus
Gastro Umuarama
Cupom Local
9 Espetaria

Uma câmera de segurança registrou o momento em que uma idosa foi arrastada por um carro após reagir a um assalto, nesta terça-feira (2), no bairro Sítio Cercado, em Curitiba (PR). A identidade da vítima não foi revelada, e a suspeita do crime foi presa.

Em entrevista à Banda B, a vítima relatou que o crime ocorreu na loja de roupas onde trabalha. A suspeita fingiu ser cliente e escolheu algumas peças.

“Ela separou algumas mercadorias, roupas, e perguntou se poderia vir mais tarde porque tinha gostado muito de uma peça. Nisso, ela furtou dois celulares e, quando dei falta deles, eu disse: ‘Você pegou meu celular, né?'”, afirmou a idosa.

Após ser confrontada, a ladra xingou a idosa e correu para fora da loja para fugir. A idosa a perseguiu e tentou impedi-la, mas foi atropelada e arrastada pelo carro, um Chevrolet Celta.

No vídeo, a suspeita aparece correndo em direção ao carro, estacionado em frente a um supermercado. Em poucos segundos, a vítima corre em direção ao automóvel e é atingida. A idosa cai no chão, e a criminosa foge.

“É a segunda vez que ela faz isso na nossa loja. A última vez foi em novembro do ano passado. Ela foi debochada e sabe que não dá em nada. Ela me atropelou para poder fugir”, lamentou a idosa.

A vítima registrou um boletim de ocorrência na delegacia e informou as coordenadas geradas pelo GPS de um dos celulares roubados. A Polícia Militar (PM) foi até a casa da suspeita, no Xaxim.

Durante a abordagem, a polícia encontrou celulares de outras vítimas. A suspeita teria tentado queimar documentos pessoais delas antes da polícia entrar na casa.

De acordo com a corporação, a ladra agia em pelo menos três bairros de Curitiba: Alto Boqueirão, Boqueirão e Sítio Cercado.

Mulher Roubo Celulares Curitiba 960x721.jpeg
Foto: Cristiano Vaz/Banda B

(Com informações Banda B)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo