Lançoni
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Umuarama 69 anos
Sicred
Redação Publisher do OBemdito

Secretaria de Agricultura vai construir mini-hortas e composteiras em entidade filantrópica

Uma das mais atuantes – e importantes – entidades filantrópicas da cidade, o Grupo União Pela Vida Umuarama atua há […]

Foto: Assessoria PMU
Foto: Assessoria PMU
Secretaria de Agricultura vai construir mini-hortas e composteiras em entidade filantrópica
Redação - OBemdito
Publicado em 1 de abril de 2024 às 09h45 - Modificado em 1 de abril de 2024 às 09h45
Porto Camargo
9 Espetaria
Atlanta Pneus
Gastro Umuarama
Lançoni
Cupom Local

Uma das mais atuantes – e importantes – entidades filantrópicas da cidade, o Grupo União Pela Vida Umuarama atua há 24 anos na defesa e apoio de mulheres que vivem e convivem com o vírus HIV/Aids. E para contribuir com o trabalho realizado ali, a Secretaria Municipal de Agricultura acaba de firmar uma parceria para oferecer cooperação técnica na produção de composteiras e mini-hortas.

A primeira reunião para discutir os termos da colaboração aconteceu nesta terça-feira (26) e contou com a presença da nutricionista Huana Silva de Godói, chefe da Divisão de Segurança Alimentar da Secretaria de Agricultura, do engenheiro agrônomo Fábio César Pereira Souza e do médico veterinário Waltinho Sucupira, que foram recepcionados pela presidente da entidade, Bruna Marcelly Coutinho.

“Para nós, que fazemos parte da administração municipal, é motivo de orgulho podermos firmar essa parceria com o Grupo União Pela Vida Umuarama, onde literalmente há a transformação de vidas de dezenas de famílias”, pontuou Sucupira.

Na instituição, além de receber todo apoio emocional, psicológico e profissional, as mulheres participam de uma série de atividades como curso de pedraria em chinelo, artesanatos diversos e também de confecção de alimentos, além de ter um bazar beneficente permanente e atividades físicas que são feitas diariamente na entidade – todo serviço é gratuito. 

“Com a construção de mini-hortas e das composteiras, seguramente as participantes terão um incremento em qualidade nas receitas produzidas ali. Vamos oferecer um trabalho de orientação e prática de compostagem e olericultura, preparo de solo e dos canteiros e consecutivamente a fertilidade desse solo”, comenta o engenheiro agrônomo.

Para fazer uma composteira, segundo a nutricionista, é algo simples. “A compostagem pode ser feita com os resíduos orgânicos produzidos na própria entidade, como materiais vegetais secos (folhas e poda de grama) e materiais vegetais úmidos (restos da cozinha e refeição), disponibilizados em camadas secas e úmidas alternadas. A Secretaria de Agricultura vai oferecer todo material necessário para a construção desses locais”, acrescenta.

Já a diretora da instituição avaliou que toda a contribuição que venha para fortalecer o Grupo, é muito bem-vinda. “Temos certeza de que as participantes ficarão muito felizes com mais este investimento. Além de obtermos alimentos mais frescos e saudáveis, ainda teremos uma atividade a mais capaz de incentivar tanto a questão psicológica – porque mexer com horta traz tranquilidade –, ainda poderemos ter ganhos financeiros”, resumiu.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Uvel
Porto Camargo