Instituto Nossa Senhora Aparecida
Sicred
Redação Publisher do OBemdito

Fotógrafa registra rastro deixado por foguete chinês no céu de Umuarama

A fotógrafa Mayara Cristina, moradora de Umuarama, compartilhou em suas redes sociais um registro inusitado no céu da Capital da […]

Fotos: Colaboração/Mayara Cristina
Fotos: Colaboração/Mayara Cristina
Fotógrafa registra rastro deixado por foguete chinês no céu de Umuarama
Redação - OBemdito
Publicado em 10 de janeiro de 2023 às 11h51 - Modificado em 10 de janeiro de 2023 às 11h51
Atlanta Pneus
9 Espetaria
Porto Camargo
Cupom Local
Gastro Umuarama

A fotógrafa Mayara Cristina, moradora de Umuarama, compartilhou em suas redes sociais um registro inusitado no céu da Capital da Amizade no início da tarde deste domingo (8): Rastros de combustíveis deixado por um foguete chinês que foi lançado no mesmo dia durante a missão Shijian 23.

Na publicação, feita na noite de segunda-feira (9), Mayara, que é entusiasta por astronomia, disse que no momento do acontecido não estava equipada com o tripé para sua tirar uma foto mais precisa do acontecido ou observá-lo melhor, porém ainda conseguiu tirar uma foto do evento.

“Estava admirando o pôr do sol, com alguns amigos e meu cachorro, e como sempre observo os detalhes do céu, vi algo “diferente”, lembrei que está próximo dos dias em que um cometa poderá ser visto, mas sabia que não seria ele naquele momento. Mas também sabia que não era só uma nuvem comum, fiquei encucada”, explicou Mayara, ao OBemdito.

A curiosidade levou a fotógrafa a pesquisar o fenômeno na internet, e na manhã de segunda-feira ela obteve a resposta através da página “Mistérios do Espaço”: Tratava-se de uma pluma de combustível de um foguete chinês Long March 7A.

“O fenômeno, essa queima de combustível, quando há uma expansão, refletem sobre as luzes solares e acabam ocasionando esse fenômeno luminoso”, explicou o astrônomo Maico Zorzan, ao portal GMC Online, que afirmou que este tipo de fenômeno também já foi avistado anteriormente no Paraná.

Mayara ainda revelou que foi o primeiro avistamento de um foguete de sua vida. “Em dezembro de 2021 consegui fotografar o cometa Leonard, por isso a primeira impressão foi que seria um cometa mesmo, mas vi que estava mais largo, mais luminoso e estranhei, eu só não pensei que seria OVNI”, brincou. “Uma pena que eu não estava com o tripé, mas registrei”, celebra.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo