Foto: Reprodução/Redes Sociais

Polícia Civil segue investigando caso de jovem de Francisco Alves que desapareceu há quase 9 meses

A Polícia Civil aguarda laudos periciais para dar continuidade à investigação

Rodrigo Mello Publisher do OBemdito
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Polícia Civil segue investigando caso de jovem de Francisco Alves que desapareceu há quase 9 meses
Rodrigo Mello
OBemdito
18 de novembro de 2023 15h28

A família de Salvio Almeida de Souza, de 26 anos e morador de Francisco Alves, que desapareceu há quase 9 meses, segue sem saber o que aconteceu com o rapaz. Salvio sumiu no dia 26 de fevereiro, após retornar de uma festa na cidade de Palotina. Ele havia saído de casa no sábado, dia 25, por volta das 22h, de motocicleta para ir à festa.

Na madrugada de domingo, teria deixado a moto em Palotina e retornado de carona com alguns amigos, que o deixaram próximo a um bar na rua da Chácara Cione. Câmeras de segurança do local filmaram o jovem correndo depois de deixar um veículo que era ocupado por outras duas pessoas.

Segundo o Delegado Felipe Martins, responsável pelas investigações, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de o jovem ter sido assassinado. “Cumprimos mandados de busca e apreensão e ouvimos as pessoas envolvidas. Agora, estamos aguardando alguns laudos periciais para dar continuidade às investigações,” afirmou o delegado.

De acordo com ele, por enquanto, não há pistas do que realmente pode ter acontecido. “Precisamos dar uma resposta para a mãe deste menino, por isso estamos pedindo para quem tiver alguma pista fazer a denúncia de forma anônima,” afirmou.

A mãe do jovem, Cleide Almeida de Souza, que reside no estado de Alagoas, precisou retornar para sua cidade. Ela tinha vindo para Francisco Alves para acompanhar as investigações. Na época gravou um vídeo falando sobre o desespero de não ter notícias do filho. “Antes de ir, entregou nas mãos de Deus e espera que Deus providencie a verdade,” diz uma amiga da família que não quis se identificar.

Clemerson e Clara, irmãos de Salvio, permanecem na cidade. OBemdito tentou contato com eles nesta tarde de sexta-feira (17), no entanto, não conseguiu falar com nenhum dos dois. A informação é que eles seguem trabalhando, inclusive para pagar algumas dívidas do jovem, entre elas, a de uma moto que Salvio tinha acabado de adquirir.

Quem tiver informações ou pistas sobre o desaparecimento do jovem pode entrar em contato através do 181 (Disk Denúncia) ou (44) 3652-1262, na 5ª Delegacia Regional de Polícia de Iporã.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.