Política

Vereadores assinam requerimento para a constituição da CPI da Covid em Umuarama

O trabalho tem como propósito a investigação sobre desvios do Fundo Municipal de Saúde

Vereadores assinam requerimento para a abertura da CPI em Umuarama
Vereadores assinam requerimento para a constituição da CPI da Covid em Umuarama
Jaqueline Mocelin
OBemdito
13 de maio de 2021 16h43

Os trâmites para a implantação da CPI da Covid em Umuarama tiveram sequência na tarde desta quinta-feira (13). Os vereadores assinaram o requerimento que formaliza o pedido.

Na segunda-feira (10) os parlamentares entraram em consenso para que fosse feito requerimento único, que seria defendido por todos. O trabalho tem como propósito a investigação sobre supostos desvios do Fundo Municipal de Saúde, na ordem de R$ 19 milhões.

O esquema foi denunciado pela Operação Metástase, desencadeada pelo Gepatria (Grupo Especializado na Proteção do Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa), do Ministério Público do Paraná e o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado). Sete pessoas foram presas – seis em Umuarama e uma em Brasília.

Com esta etapa feita, que antecede a abertura da CPI, na próxima segunda-feira (17) o documento será publicado na sessão ordinária e colocado em apreciação. Uma vez aprovado, será encaminhado ao presidente da Câmara, vereador Fernando Galmassi para a composição da CPI, que se dará por indicação dos líderes de partidos.

Composta a comissão, seus membros iniciarão oficialmente as tratativas para que o trabalho seja realizado. A comissão é composta por três titulares: um como presidente, outro relator e um membro. Outros dois integram a comissão na condição de suplentes.

Relembre a Operação Metástase nos links abaixo:

(Redação OBemdito e assessoria Câmara)

LEIA TAMBÉM