Lançoni
Umuarama 69 anos
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Sicred
Redação Publisher do OBemdito

Piloto umuaramense que morreu após queda de avião é sepultado em Eldorado

A segunda vítima do acidente foi identificada como o mecânico Wanderley de Castro Júnior, de 39 anos

Foto: Reprodução/Redes sociais
Foto: Reprodução/Redes sociais
Piloto umuaramense que morreu após queda de avião é sepultado em Eldorado
Redação - OBemdito
Publicado em 11 de junho de 2024 às 16h23 - Modificado em 11 de junho de 2024 às 18h51
Gastro Umuarama
Atlanta Pneus
Cupom Local
Lançoni
Porto Camargo
9 Espetaria

Reynan Moresca, o piloto umuaramense que faleceu em um grave acidente aéreo em Sorriso, no Mato Grosso, foi sepultado nesta terça-feira (11) em Eldorado, no Mato Grosso do Sul. O segundo ocupante da aeronave foi identificado como o mecânico Wanderley de Castro Júnior, de 39 anos, que também perdeu a vida no acidente.

O velório de Reynan aconteceu das 21h às 23h de segunda-feira em uma capela de Sorriso, com a presença de amigos e familiares. O cortejo passou por Cuiabá para que pessoas próximas pudessem prestar suas últimas homenagens. Na sequência, o corpo seguiu para o Mato Grosso do Sul, onde a esposa de Reynan e familiares aguardavam para sepultá-lo.

Agnaldo dos Santos, prefeito de Eldorado, decretou luto oficial na segunda-feira frente à perda do piloto.

O sepultamento de Reynan aconteceu às 10h horas desta terça-feira (11), na Capela da Umuprev de Eldorado. OBemdito deseja condolências aos familiares e amigos do piloto.

O acidente

O acidente aconteceu na manhã da última sexta-feira (7). O avião caiu logo após a decolagem e pegou fogo. As vítimas morreram carbonizadas. Segundo o Corpo de Bombeiros, equipes foram acionadas às 6h da manhã de sexta, na região da MT-242, a cerca de 10 km de Sorriso.

Imagens do circuito de monitoramento de uma praça de pedágio mostram o momento em que um avião cai e explode ao atingir o chão. O sargento Aprigio Justo, do Corpo de Bombeiros, disse que o avião executivo decolou de uma pista de uma fazenda e, minutos depois, caiu em uma região de mata ao lado do hangar.

Testemunhas que estavam no hangar informaram aos bombeiros que, logo após decolar, o piloto tentou fazer uma manobra para retornar à pista, mas, acabou caindo. Conforme o sargento, as vítimas – que morreram no local – fariam uma parada na cidade de São José do Rio Claro, a 325 km de Cuiabá e, depois, seguiriam viajem para São Paulo.

(Com informações Gazeta Digital)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo
Uvel