Umuarama 69 anos
Sicred
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Lançoni
Redação Publisher do OBemdito

Mulher suspeita de matar jovem por ciúmes de marido já havia agredido a vítima antes

Após a prisão da suspeita, de 54 anos, que ocorreu na terça-feira (21), o delegado, responsável pela investigação, ouviu testemunhas e familiares da vítima

Foto: Reprodução/Redes Sociais/Ric
Foto: Reprodução/Redes Sociais/Ric
Mulher suspeita de matar jovem por ciúmes de marido já havia agredido a vítima antes
Redação - OBemdito
Publicado em 24 de maio de 2024 às 16h46 - Modificado em 24 de maio de 2024 às 16h46
Lançoni
Atlanta Pneus
Cupom Local
Porto Camargo
Gastro Umuarama
9 Espetaria

A mulher acusada de matar Maria Eduarda Ferreira, 19 anos, já havia agredido a jovem em outras ocasiões. De acordo com a Polícia Civil, as investigações iniciais do caso reuniram provas dessas agressões, embora nenhuma tenha sido denunciada. O crime, aparentemente motivado por ciúme, ocorreu na segunda-feira (20), em Assis Chateaubriand, no oeste do Paraná.

Após a prisão da suspeita, de 54 anos, que ocorreu na terça-feira (21), o delegado Túlio de Almeida, responsável pela investigação, ouviu testemunhas e familiares da vítima. A mãe de Maria Eduarda informou sobre as agressões sofridas pela filha antes do homicídio. Além disso, ela entregou à polícia áudios e vídeos que confirmam as ameaças e agressões da suspeita contra a jovem.

“As diligências prosseguem no sentido de esclarecer os fatos. Circunstâncias como essas também são relevantes para o processo”, explicou o delegado.

Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que Maria Eduarda foi morta a facadas em um bar na cidade paranaense. O homem que aparece ao lado da vítima seria o marido da suspeita, segundo a Polícia Civil. As investigações indicam que a mulher tinha ciúmes de Maria Eduarda devido ao possível envolvimento amoroso entre a jovem e o marido da agressora.

O vídeo mostra algumas pessoas ao redor de uma mesa. A vítima, vestindo um vestido azul, está próxima a um homem. Enquanto as pessoas interagem, uma mulher com capuz surpreende o grupo e ataca a jovem com duas facadas. Maria Eduarda cai, consegue se levantar e caminhar por alguns metros, mas desaparece do quadro. Conforme a polícia, logo após tentar fugir, ela caiu e morreu no local.

A suspeita também tentou atingir o homem, que seria seu marido, com a faca. Ele conseguiu se esquivar, dando um passo para trás, e depois caiu de costas no chão. Por fim, a autora dos golpes deixou o local.

“A motivação parece ser passional. Estamos realizando diligências para aprofundar os elementos e resolver satisfatoriamente mais este caso de homicídio”, afirmou o delegado.

OBemdito com Ric

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo
Uvel