Sicred
Lançoni
Umuarama 69 anos
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Rodrigo Mello Publisher do OBemdito

Pré-candidata pelo PT, Professora Beth visita OBemdito e fala sobre suas propostas para Umuarama

Ela defende mais investimentos para a educação e mobilidade urbana

Foto: Danilo Martins/OBemdito
Pré-candidata pelo PT, Professora Beth visita OBemdito e fala sobre suas propostas para Umuarama
Rodrigo Mello - OBemdito
Publicado em 2 de maio de 2024 às 18h31 - Modificado em 3 de maio de 2024 às 08h06
Gastro Umuarama
Atlanta Pneus
9 Espetaria
Cupom Local
Porto Camargo
Lançoni

A pré-candidata a prefeita de Umuarama, Elizabeth Waleski de Freitas Piccinini, a Professora Beth, do PT (Partido dos Trabalhadores), visitou OBemdito e falou sobre suas propostas para a cidade, caso seja eleita prefeita nas eleições de outubro.

Professora de formação, a pré-candidata tem como uma de suas principais bandeiras a educação. Conforme ela, não há como melhorar a qualidade de vida das pessoas se não com investimentos na formação e remuneração destes profissionais.

“Essa história de dizer que nós trabalhamos por amor, claro que amor é bom, mas só amor não paga as nossas contas. Então nós precisamos ter bons salários. Precisamos rever essa questão [salarial], sentar com o Sindicato e com os professores e rever toda essa situação de ganhos. Como e em que é que está realmente, porque houve retrocessos e retirada de direitos previdenciários durante essas gestões [duas últimas]”, detalhou.

Mobilidade urbana

Outra área em que ela defende que haja maiores investimentos é a mobilidade urbana. Tanto o transporte público quanto o estacionamento rotativo pago necessitam ser pensados, de acordo com a professora, de forma mais eficiente. Além disso, segundo a pré-candidata, é urgente uma política pública que privilegie os pedestres.

“Precisamos estudar os contratos que viabilizam determinadas empresas assumirem o transporte. Eu considero que o transporte é caro. Os horários de ônibus nos bairros até o ano passado estavam todos atrasados, era uma coisa aleatória. Precisa fazer um processo de integração bairro/centro. Nós não podemos deixar os bairros fora do processo de desenvolvimento que nós queremos para a cidade”.

E seguiu: “Eu acho que algumas medidas precisam ser tomadas. A inversão de mão de ruas, principalmente no centro da cidade que é o grande gargalo de trânsito. Precisamos estabelecer também algumas prioridades para os pedestres”, pontuou.

Emprego e renda

Na visão da pré-candidata, além destas áreas, a industrialização e a atração de investimentos também são pontos importantes que podem auxiliar na melhoria da qualidade de vida da população. Ela destaca que os trabalhadores precisam ser melhores remunerados, assim como os jovens, que precisam de mais atenção, quando o assunto é o primeiro emprego.

“A nossa juventude precisa ser acolhida dentro do sistema de trabalho e precisa ser acolhida com qualidade. Hoje, em muitos momentos, o emprego é precário, ele entra hoje, sai amanhã, fica pouco tempo. Nós precisamos de estabilidade dentro desse sistema de emprego”, afirmou.

Filiação partidária

No Partido dos Trabalhadores desde 2000, esta será a terceira vez que a Professora Beth participa de um processo eleitoral pelo PT. Sua primeira filiação partidária foi em 1989 no MDB (antigo PMDB, antes Arena).

Já a primeira eleição que participou foi em 2020, quando se candidatou para o Executivo. Na época fez 2.766 votos, ficando na terceira colocação. Depois, em 2022, foi candidata a deputada estadual. Ao todo fez 6.064 votos, sendo a 4ª mais votada na cidade.

“Olha, nessas duas eleições eu posso dizer que apesar de todo o processo de rejeição do partido [….] tive uma boa acolhida. Em 2020, fui recebida em praticamente todas as empresas, todo mundo foi educado, todo mundo me recebeu e me ouviu. A acolhida na eleição para deputada foi bastante interessante. Fiz votos em tod a região e no Paraná inteiro”, destacou.

Conforme ela, o PT tem conversado com outros partidos políticos do mesmo viés ideológico para formar uma aliança em prol de sua candidatura. “Assim como os outros partidos, ainda estamos em fase de ajustes. Cada eleição se encaminha de uma forma diferente. Em 2020 e 2022 nós já vínhamos com tudo estruturado e organizado. Agora nós temos um outro processo, um outro tipo de conversa, um outro tipo de negociação”, disse.

E seguiu: “Eu brinco sempre que as melancias precisam se acomodar para que nós tenhamos uma visão mais clara de todo o processo. Então ainda temos o mês de maio inteirinho para poder fazer isso, para fazer as coisas se acomodarem”, finalizou.

Histórico

Natural de Piraquara, na Metropolitana de Curitiba (RMC), a professora Beth formou-se no Magistério em 1970. Um pouco mais tarde, já em 1975, fez Ciências Sociais na Universidade Federal do Paraná (UFPR) e em 1995 formou-se em Pedagogia, pela Unipar (Universidade Paranaense).

Hoje aposentada, lecionou por mais de 40 anos. Foi diretora da Escola Estadual Isa Mesquita por 15 anos, além de presidente do núcleo da APP-Sindicato de Umuarama, onde sempre defendeu os direitos dos professores e uma educação de mais qualidade.

Casada há 46 anos com Moacir José Piccinini, tem três filhos. Atualmente faz parte da diretoria da APP-Sindicato de Umuarama e também do Conselho Estadual da APP.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo
Uvel