Sicred
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Umuarama 69 anos
Lançoni
Marta Paula Publisher do OBemdito

Polícia Civil e Vigilância Sanitária fecham distribuidora clandestina de carnes

Na distribuidora foram encontrados 2 mil quilos de carne vencida ou sem procedência

FOTOS: Gmconline
FOTOS: Gmconline
Polícia Civil e Vigilância Sanitária fecham distribuidora clandestina de carnes
Marta Paula - OBemdito
Publicado em 28 de abril de 2021 às 16h40 - Modificado em 29 de abril de 2021 às 10h52
Cupom Local
9 Espetaria
Atlanta Pneus
Porto Camargo
Lançoni
Gastro Umuarama

A Vigilância Sanitária de Maringá e Polícia Civil fecharam na manhã desta quarta-feira (28), uma distribuidora clandestina de carnes. 

Após uma série de denúncias, as equipes realizaram uma vistoria no local e encontraram aproximadamente 2 mil quilos de carne vencida ou sem procedência.

A empresa funcionava no parque industrial, na PR-317, na saída de Maringá para Campo Mourão. 

De acordo com a agente fiscal da Vigilância, as equipes já tinham conhecimento do local e, inclusive, já haviam multado a distribuidora anteriormente. “Hoje, a gente veio com a Polícia Civil porque a gente teve denúncias de produtos com prazo de validade expirados, distribuição de carnes sem registro e a gente constatou realmente as irregularidades”, detalha. 

Grande parte dos produtos encontrados não tinham origem comprovada. “São grandes quantidades de carne sem rastreabilidade. Não tem registro, data de validade, de produção, não tem nome. A gente não sabe nem qual tipo de carne tem dentro dessas embalagens”, relata. 

Os produtos foram apreendidos e, por causa das irregularidades, serão descartados. Também foram encontrados produtos regulares, mas que vão permanecer apreendidos até que a empresa regularize a situação, inclusive as condições sanitárias. 

A empresa não possui alvará, licença para o funcionamento e nem o registro no serviço de inspeção municipal, que é o que faz a fiscalização com produtos de origem animal.

O delegado Luiz Cláudio Alvez, que acompanhou a operação, diz que o proprietário da empresa vai responder por crime contra o consumidor.

(Com informações GMC online)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo
Uvel