Umuarama

Macaquinho ‘Chico’ se recupera bem e já come sozinho

O macaco foi atropelado em 12 de novembro do ano passado, na rodovia PR-580, entre Umuarama e Serra dos Dourados ao atravessar a rodovia com sua mãe

FOTO: Arquivo Pessoal
Macaquinho ‘Chico’ se recupera bem e já come sozinho
Marta Paula
OBemdito
28 de abril de 2021 18h16

O macaquinho Chico ficou muito conhecido em Umuarama, depois que foi atropelado em novembro do ano passado.  Hoje o ‘Chico’ tem pouco mais de um ano e continua passando por tratamento de fisioterapia e acupuntura.

Desde que foi resgatado do acidente, o Chico, está sob os cuidados da médica veterinária Aldrei Zaghini.  A médica conta que depois do susto, o primata está super bem, mas ainda requer cuidado.

Na clínica um espaço foi adaptado para o macaco.  “Ele está muito dócil e domesticado. Tem todos os funcionários que cuidam dele e que o alimentam no horário”, lembrou a médica.

O Chico ficou muito esperto, já come sozinho e toma água também. “Ele tem gosto peculiares.  Come frutas e papinhas, tudo preparado com muito carinho para ele”, destacou.

O macaco que antes era acostumado a viver em meio ao mato, hoje vive em um outro ambiente totalmente diferente. Mas, encontrou outros amigos. Agora faz parte do seu convívio diário cães e gatos. A brincadeira e a diversão são garantidas, explicou a médica.

O destino final do Chico ainda não foi definido. Mas ele não será levado para nenhuma mata e nem zoológico, as condições físicas não favorecem para o convívio dele com outros primatas.

O macaco foi atropelado em 12 de novembro do ano passado, na rodovia PR-580, entre Umuarama e Serra dos Dourados ao atravessar a rodovia com sua mãe. A macaca conseguiu escapar do veículo, mas o filhote foi atingido. Possivelmente o condutor do veículo nem tenha visto que atropelou o animal.

Receba as informações de OBemdito em primeira mão no seu celular. Clique aqui e acesse nosso Telegram.

Logo atrás seguia o casal Cecílio e Maria. O sargento aposentado na Polícia Militar (PM) parou para socorrer o macaquinho com apoio da esposa. Eles sinalizaram a pista, desviaram o trânsito e viram que Chico estava desacordado. O casal então começou a buscar uma clínica para atendimento e a fazer massagem cardíaca no bichinho.

Ele sofreu um traumatismo craniano e perdeu os movimentos dos membros do lado direito. Mas hoje com todos os cuidados ele está praticamente recuperado.

A decisão para onde será levado será definida pelo Instituto Água e Terra (IAT). O desejo de Aldrei é que o macaquinho fique aos seus cuidados. “Não sei como seria tirando ele daqui nós já está estamos acostumados com esse bichinho. “Eu tenho medo dele não se acostumar em outro lugar, por mim ele ficaria aqui”, finalizou.

Confira os momentos vividos por Chico, na clínica veterinária:

LEIA TAMBÉM