Instituto Nossa Senhora Aparecida
Sicred
Redação Publisher do OBemdito

Semana do Migrante valorizou tradições e cultura de estrangeiros em Umuarama

A confraternização teve mostra cultural, apresentações dos países representados e reuniu cerca de 160 pessoas.

Foto: Assessoria PMU
Foto: Assessoria PMU
Semana do Migrante valorizou tradições e cultura de estrangeiros em Umuarama
Redação - OBemdito
Publicado em 26 de junho de 2024 às 18h22 - Modificado em 27 de junho de 2024 às 07h56
Cupom Local
Gastro Umuarama
9 Espetaria
Porto Camargo
Atlanta Pneus

Migrantes de várias nacionalidades que vivem em Umuarama foram reunidos, na última semana, para eventos promovidos no município por meio do Migra Cidades e da Caritas Diocesana em comemoração à Semana Nacional do Migrante e do Refugiado, que transcorreu entre os dias 19 a 23 de junho, instituída pela Lei Federal 14.678/2023.

Umuarama está entre as cidades do Brasil que possuem o Selo Migra Cidades, certificação que reconhece o envolvimento do nosso município na melhoria da integração dos migrantes e na construção da união social. E a semana tem o ponto alto no Dia do Migrante (19/06), período que sugere aos municípios desenvolverem ações voltadas à promoção, integração e desenvolvimento social dos migrantes.

No dia 21 ocorreu uma oficina com crianças e adolescente no Centro da Juventude (Ceju), que abriu espaço a manifestações culturais de migrantes que vivem na cidade, que puderam apresentar brincadeiras de suas respectivas culturas. Os alunos do Ceju conheceram brincadeiras do Panamá com a migrante Nina Castillo Fernández Santana, na manhã de sexta-feira, e à tarde com a migrante paraguaia Alix Marina Lopez, que apresentou brincadeiras infantis típicas do seu país.

As duas migrantes fazem parte do Migra Cidades. “Foi um momento de grande interação e diversão para os alunos das nossas oficinas, que entraram na brincadeira e aproveitaram muito bem o intercâmbio cultural”, afirmou o coordenador do Ceju, Jeferson Ferreira.

Ainda a Semana do Migrante, a Caritas Diocesana realizou eventos para marcar a data e promover a integração dos estrangeiros de várias nacionalidades, entre os quais um almoço no Centro de Educação Infantil Anjo da Guarda, com a presença do Migra Cidades, no último domingo, 23, também com muitas brincadeiras para as crianças.

A confraternização teve mostra cultural, apresentações dos países representados e reuniu cerca de 160 pessoas. A Caritas é uma confederação de 165 organizações humanitárias da Igreja Católica que atua em mais de 200 países.

“Para a Caritas, o processo migratório é demonstração de instabilidade social, econômica ou até democrática, que pressionam as pessoas a buscarem ambientes mais seguros ou menos hostis. Os espaços territoriais administrativos devem estar abertos ao acolhimento, pois formamos a grande casa comum e multicultural, o universo dos humanos”, disse o presidente da instituição em Umuarama, Paulino Alves de Almeida.

De acordo com a secretária da Assistência Social, Dayanne Paola Demozzi, a administração municipal tem se empenhado bastante nas políticas públicas voltadas aos migrantes, ao lado de parceiros e entidades sociais.

“Contamos com um olhar diferenciado do prefeito Celso Pozzobom para pessoas que têm escolhido nossa cidade para trabalhar e construir a sua vida. E enquanto serviço público, temos realizado todos os esforços para aproximar os migrantes das oportunidades de trabalho, qualificação profissional e uma boa qualidade de vida, integrando-se à nossa realidade e valorizando a sua cultura e tradições”, afirmou a secretária.

(Assessoria PMU)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Uvel
Porto Camargo