Sicred
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Redação Publisher do OBemdito

Vigilância Sanitária de Umuarama intensifica controle de temperatura para medicamentos

O Ministério da Saúde estabeleceu padrões rigorosos para assegurar que o armazenamento e transporte de vacinas

Fotos: PMU
Fotos: PMU
Vigilância Sanitária de Umuarama intensifica controle de temperatura para medicamentos
Redação - OBemdito
Publicado em 12 de junho de 2024 às 19h54 - Modificado em 12 de junho de 2024 às 19h57
Porto Camargo
Atlanta Pneus
Cupom Local
9 Espetaria
Gastro Umuarama

O Ministério da Saúde estabelece rigorosas determinações para assegurar o controle e monitoramento da temperatura dos medicamentos ao longo de toda a cadeia de distribuição – desde a indústria, passando por transportadoras e distribuidoras, até chegar às farmácias e, finalmente, ao consumidor final. Com o intuito de aprofundar o conhecimento sobre o tema, a Vigilância Sanitária em Saúde promoveu uma capacitação com farmacêuticos e responsáveis técnicos do setor.

O secretário municipal de Saúde, Edson dos Santos Souza, esclareceu que as determinações fazem parte das exigências contidas nas Resoluções da Diretoria Colegiada (RDC) n° 430/2020 e 653/2022, do Ministério da Saúde.

“Estas normas têm como objetivos principais garantir a eficácia e a segurança dos medicamentos. A implementação dessas orientações é essencial para manter a qualidade dos medicamentos, protegendo a saúde pública e garantindo que os pacientes recebam produtos seguros e eficazes”, resumiu.

Durante a reunião, foram discutidas práticas recomendadas para o monitoramento contínuo de temperatura, a importância de registros precisos e a necessidade de ações corretivas imediatas em caso de desvios.

“Os farmacêuticos foram encorajados a adotar tecnologias avançadas e procedimentos robustos de controle para cumprir as exigências regulatórias e evitar riscos à saúde dos consumidores”, afirmou Renata Pititto, farmacêutica da Vigilância Sanitária.

Vigilância Sanitária Reforça Medidas De Monitoramento De Temperatura Para Medicamentos (1)

Claudeni de Oliveira Santos Scapolan, coordenadora da Vigilância Sanitária, explicou que as Resoluções da Diretoria Colegiada determinam que apenas profissionais devidamente autorizados e treinados podem ter acesso aos medicamentos.

“Os profissionais desta área precisam verificar se houve avaliação de risco no processo de transporte que não foram continuamente controlados ou monitorados. A análise de risco deve considerar dados climatológicos, tempo, distância, sazonalidade, modais de transporte, horários e outras variáveis críticas para o transporte, por exemplo”, comentou.

A coordenadora acrescentou ainda que os profissionais aprenderam sobre boas práticas de armazenagem, que são ações que não só asseguram a qualidade dos medicamentos como também protegem o sistema de armazenagem contra medicamentos falsificados, reprovados, ilegalmente importados, roubados, avariados e/ou adulterados.

“A capacitação também abordou boas práticas de distribuição e armazenagem e boas práticas de transporte, sempre lembrando que todos têm a responsabilidade pela qualidade e segurança dos medicamentos”, pontuou.

(Com informações PMU)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo