Sicred
Lançoni
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Umuarama 69 anos
Redação Publisher do OBemdito

Delegado investiga crime contra égua que foi esfaqueada em Cruzeiro do Oeste

O animal foi encaminhado para o Hospital Veterinário da Unipar, onde permanece internado

Foto: Reprodução/17ª DRP
Delegado investiga crime contra égua que foi esfaqueada em Cruzeiro do Oeste
Redação - OBemdito
Publicado em 6 de junho de 2024 às 15h30 - Modificado em 6 de junho de 2024 às 15h44
Gastro Umuarama
Lançoni
Cupom Local
9 Espetaria
Atlanta Pneus
Porto Camargo

A Delegacia de Cruzeiro do Oeste está investigando o caso envolvendo uma égua que foi golpeada com alguma espécie de arma branca e foi encontrada caída na manhã de quarta-feira (5), no bairro Jardim Cruzeiro, em Cruzeiro do Oeste.

De acordo com o delegado Leonardo Queirós, responsável pela 17ª DRP, desde que a unidade tomou conhecimento do caso, na manhã do ocorrido, os investigadores vêm trabalhando no caso de forma intensa e cuidadosa. “Os maus tratos os animais não serão aceitos e os autores responderão criminalmente”, garantiu.

Queirós também aproveitou a oportunidade para pedir o apoio da comunidade para que o crime seja elucidado. Qualquer denúncia pode ser feita de forma anônima através do número 181, pelo telefone da delegacia, o (44) 3676-1684, ou através do Instagram da 17ª DRP de Cruzeiro do Oeste (@delegaciacruzeiroo).

“A Polícia Civil, através da 17ª DRP de Cruzeiro do Oeste, reitera o compromisso no combate aos maus tratos contra animais”, finalizou o delegado.

Sobre o caso

A égua foi encontrada caída com vários cortes no corpo, na manhã desta quarta-feira (5). A Polícia Militar (PM) foi acionada para atender a situação por volta das 8h30.

No local, a equipe encontrou o animal caído com várias dilacerações pelo corpo, possivelmente causadas por uma faca ou algum outro objeto cortante. A dona da égua afirmou que ele estava amarrado, porém não sabia o que aconteceu ou quem seria o agressor.

Uma médica veterinária da Vigilância Sanitária foi acionada para emitir um laudo, assim como uma representante da Associação de Amparo aos animais de Cruzeiro do Oeste, a Arca de Noé. A égua foi socorrida e encaminhada para atendimento médico no Hospital Veterinário da Unipar, em Umuarama, onde passou por cirurgia e uma amputação de cauda.

Um boletim de ocorrência foi confeccionado sobre o caso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Cruzeiro do Oeste.

Recuperação

O animal foi socorrido e não será mais sacrificado, de acordo com as informações reveladas pela equipe veterinária ao OBemdito na manhã desta quinta-feira (6). Ela teve a cauda amputada, porém está se recuperando aos poucos.

De acordo com o professor André Boscarato, que comandou a cirurgia no Hospital Veterinário da Unipar de Umuarama, a égua chegou para atendimento com lesões que possivelmente foram feitas com um facão, foice ou algum objeto semelhante. Ela havia perdido uma grande quantidade de sangue.

O procedimento cirúrgico durou por aproximadamente quatro horas e contou com o apoio dos residentes Geovana André e João Berta, além dos demais acadêmicos de medicina veterinária que também participaram no que foi necessário.

“Foi feita uma reconstrução cirúrgica na região do períneo, a cauda foi amputada, ela perdeu bastante sangue, mas agora está estável e se alimentando. Vai ficar algumas semanas internada pois o caso ainda aspira cuidados”, explicou Boscarato.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo
Uvel