Foto: Danilo Martins/OBemdito

Bancários do Santander paralisam atividades em protesto à reestruturação do banco

Além do fechamento de agências e da contratação de empresas terceirizadas, o Santander está digitalizando cada vez mais os seus processos de atendimento aos clientes

Rodrigo Mello Publisher do OBemdito
Foto: Danilo Martins/OBemdito
Bancários do Santander paralisam atividades em protesto à reestruturação do banco
Rodrigo Mello
OBemdito
15 de maio de 2024 11h33

Os funcionários da agência do banco Santander de Umuarama paralisaram o atendimento na manhã desta quarta-feira (15), em protesto à reestruturação que o banco está fazendo na agência do município e em outras cidades da região. A paralisação aconteceu das 8h às 11h30 e interrompeu os serviços da agência localizada na Avenida Paraná, na região do comércio popular.

Além do fechamento de agências e da contratação de empresas terceirizadas, ou a contratação de PJ (Pessoa Jurídica), o Santander também está digitalizando cada vez mais os seus processos de atendimento aos clientes, o que tem provocado uma série de demissões em todo o mundo.

“A reestruturação que o Santander vem fazendo no seu atendimento está prejudicando os usuários e clientes do banco. Essa mudança não dá a mesma qualidade de atendimento necessária, principalmente em regiões onde os usuários dos bancos são pessoas que não são incluídas no meio digital e na internet”, afirmou Wilson de Souza, presidente do Sindicato dos Bancários de Umuarama e Assis Chateaubriand.

Conforme o sindicalista, as paralisações seguem nos próximos dias em Umuarama. Isso porque, no dia 26 deste mês, mais uma agência encerrará suas atividades na cidade. Assim como foi com o Bradesco, que tinha duas agências e fechou uma, o Itaú, que já tinha fechado uma agência na Avenida Paraná, irá fechar a segunda, localizada na Avenida Brasil.

O banco manterá apenas o atendimento na agência principal, que fica localizada ao lado do Banco do Brasil. “Essa reestruturação em bancos privados tem nos deixado preocupados e, por isso, continuaremos nos manifestando para assegurar os direitos dos trabalhadores”, completou Souza.

O atendimento no Banco Santander já foi normalizado e segue sendo realizado até as 15h.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.