Sicred
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Lançoni
Umuarama 69 anos
Redação Publisher do OBemdito

Morte de aves no Lago Tucuruvi está sob investigação do Setor de Saúde e Bem-Estar Animal

Uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Saúde, Proteção e Bem-Estar Animal está investigando a morte de patos que […]

Foto: Danilo Martins/OBemdito
Foto: Danilo Martins/OBemdito
Morte de aves no Lago Tucuruvi está sob investigação do Setor de Saúde e Bem-Estar Animal
Redação - OBemdito
Publicado em 8 de maio de 2024 às 18h13 - Modificado em 8 de maio de 2024 às 18h13
Porto Camargo
Gastro Umuarama
Lançoni
Atlanta Pneus
Cupom Local
9 Espetaria

Uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Saúde, Proteção e Bem-Estar Animal está investigando a morte de patos que habitam o Lago Tucuruvi, localizado nos arredores do Parque Dom Pedro II e do Conjunto Residencial 26 de Junho. Durante esta semana, várias aves foram encontradas sem vida e seus corpos foram recolhidos para análise. Após exames iniciais, foi descartada a suspeita de gripe aviária.

O diretor municipal de Saúde, Proteção e Bem-Estar Animal, José Guilherme de Oliveira Junior, acompanhou de perto a situação. “Recolhemos nove patos e encaminhamos alguns exemplares para exames na Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), visando investigar possíveis síndromes nervosas e respiratórias em aves. Felizmente, a suspeita de gripe aviária foi descartada”, informou.

Um dos animais estava prostrado e foi submetido a necropsia, não sendo encontrados sinais indicativos da influenza aviária. Este pato pertencia a um grupo que vive livremente no lago, localizado em uma área urbana do município. Segundo o laudo, outras espécies de aves presentes no local não demonstraram sinais de doenças.

Após o parecer da Adapar, a suspeita agora recai sobre envenenamento ou intoxicação alimentar, possivelmente devido ao fornecimento inadequado de alimentos por parte da população que frequenta o lago.

“Por isso, enviamos outros exemplares para exames no Instituto Paranaense de Diagnósticos Veterinários (IPDV), uma empresa parceira de Umuarama. Esses exames serão realizados como cortesia pela veterinária Rita de Cássia Lima Ribeiro. Em breve, teremos os resultados”, afirmou José Guilherme.

O secretário municipal do Meio Ambiente, Waltinho Sucupira, lamentou o ocorrido e orientou a população a não alimentar os animais.

“Patos e outras aves que habitam os lagos conseguem sobreviver e prosperar por conta própria. Não é necessário nem recomendado oferecer alimentos a esses animais, principalmente alimentos processados, industrializados, sobras de comida e produtos que não fazem parte da dieta alimentar, sob risco de causar intoxicação e até mesmo a morte deles”, alertou.

Waltinho também pediu que os frequentadores dos lagos permaneçam atentos e informem às autoridades caso identifiquem algum risco para os animais.

“Vamos investigar o que aconteceu com os patos e tomar as medidas necessárias para evitar mais mortes”, completou. O secretário determinou uma análise completa da água do Lago Tucuruvi, seguindo o exemplo da análise recentemente realizada no Lago Aratimbó, a fim de avaliar as condições ambientais.

(Com informações PMU)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Uvel
Porto Camargo