Foto: Danilo Martins/OBemdito

Sinais de depressão no idoso: veja como identificar e ajudar quem você ama

Na jornada da terceira idade, é fundamental estarmos atentos aos sinais emocionais que podem afetar o bem-estar dos idosos. A […]

Redação Publisher do OBemdito
Foto: Danilo Martins/OBemdito
Sinais de depressão no idoso: veja como identificar e ajudar quem você ama
Redação
OBemdito
20 de novembro de 2023 16h04

Na jornada da terceira idade, é fundamental estarmos atentos aos sinais emocionais que podem afetar o bem-estar dos idosos. A depressão, muitas vezes subestimada, mas é uma realidade significativa nessa fase da vida. Identificar os sinais precoces é crucial para garantir o suporte emocional necessário. Conhecendo esses sinais, se torna mais fácil proporcionar um ambiente que promova a saúde mental daqueles que já fizeram muito por seus entes queridos.

Um dos indicadores mais palpáveis de depressão em idosos são as mudanças comportamentais. Ao observar um afastamento repentino de atividades sociais, perda de interesse em hobbies antes amados ou uma alteração no padrão de sono, é crucial investigar mais a fundo. Muitas vezes, tais mudanças podem ser sinais de um estado depressivo que necessita de atenção e cuidado.

A depressão no idoso muitas vezes se manifesta de maneira diferente do que em outras faixas etárias. Além das mudanças comportamentais, sintomas físicos como fadiga constante, dores crônicas, perda de peso e problemas de concentração podem estar presentes. Emocionalmente, o idoso pode expressar sentimentos de desesperança, tristeza persistente e até mesmo pensamentos de morte. Estar ciente desses sinais é vital para uma intervenção eficaz.

Fomentar um ambiente de comunicação aberta é a base para abordar a depressão nos idosos. Mostrar empatia, oferecer suporte e encorajar a busca por ajuda profissional são passos cruciais. E, em Umuarama, a Dra. Carla Dal Ponte realmente se destaca no diagnóstico e tratamento dessa enfermidade. A médica é especialista na área de geriatria e possui equipe altamente capacitada para oferecer os melhores cuidados de quem sofre deste e de diversos outros males.

“É fundamental entender que a depressão não é uma parte inevitável do envelhecimento e que, com o apoio adequado, é possível melhorar a qualidade de vida emocional dos idosos. Ao reconhecer e agir diante dos sinais de depressão, contribuímos para uma velhice mais saudável e plena”, destaca a especialista.

Agende hoje mesmo um horário e cuide melhor de quem você ama. A Dra. Carla Dal Ponte atende na clínica Mentalle, que está localizada na rua Amambai, 3215. Se preferir, clique aqui e mande um whats. Para acessar o site, clique aqui. Siga o Instagram clicando aqui e fique por dentro de todas as novidades.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.