Umuarama

Após 23 dias internada, moradora de Umuarama dá relato emocionante ao vencer a Covid-19

Silvia Cristina Alves de 46 anos tem motivos para celebrar e comemorar a vida

Silvia Cristina Alves (Foto: Ricardo Trindade/OBemdito)
Após 23 dias internada, moradora de Umuarama dá relato emocionante ao vencer a Covid-19
Jaqueline Mocelin
OBemdito
10 de abril de 2021 20h02

Silvia Cristina Alves de 46 anos tem motivos para celebrar e comemorar a vida. Recentemente ela venceu a Covid-19. Na família de Silvia, o marido e uma das filhas também contraíram a doença. Ela contou a reportagem de OBemdito que a filha não teve sintomas graves, mas o marido precisou ser hospitalizado e passou um período internado. O caso mais grave na família foi o de Silvia, que após uma semana de sintomas precisou ser internada às pressas.

A empresária e professora fez um exame particular e confirmou a doença. “Eu senti febre e falta de oxigenação. Liguei para o Samu e eles me levaram até o Pronto Atendimento. Não precisei ficar muito tempo internada lá, porque logo surgiu uma vaga no Cemil”, contou.

Silvia Cristina deu entrada no hospital com 90% do pulmão comprometido e precisou ser diretamente levada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Eu vivi momentos agonizantes naquele leito de hospital, mas hoje, apesar de algumas sequelas, eu estou bem”, disse.

“Quando a gente vai para um leito de UTI o medo é muito grande. É desesperador, eu estava lá sozinha e precisei decidir se seria intubada ou não. Mas como meu caso era grave eu precisei ser intubada. Eu vi a morte”, afirnmou.

A luta de Silvia Cristina contra o vírus ainda não terminou. “Eu fiquei com algumas sequelas. Minha voz mudou, estou dificuldades para andar e a coordenação motora também foi afetada. Entretanto, eu estou bem e tenho apenas que agradecer a Deus pelo dom da vida”, destacou.

Silvia Cristina se emocionou ao conversar com a reportagem. “É um drama passar por essa doença terrível. Os médicos haviam avisado minha família que eu poderia morrer. Eu sobrevivi e sou muito grata a Deus e todos que oraram por minha recuperação”, enfatizou.

A professora ficou 23 dias internada, sendo 8 desses dias na UTI e 6 deles intubada e sedada. “Para quem pegar a doença, eu só digo uma coisa: tenha esperança e acredite em Deus e também nos profissionais de saúde”, finalizou.

Confira o depoimento emocionado de quem venceu a Covid-19:

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

LEIA TAMBÉM