Paraná

Ex-prefeito de Astorga é denunciado pelo MPPR por fraude a licitações e outros crimes

Situações são investigadas a partir da Operação Alavanca

Foto: Notícias de Marialva
Ex-prefeito de Astorga é denunciado pelo MPPR por fraude a licitações e outros crimes
Redação
OBemdito
9 de junho de 2021 19h34

O ex-prefeito de Astorga, no Norte-Central do estado, (gestões 2009-2012 e 2013-2016) foi preso preventivamente na manhã desta terça-feira, 8 de junho, a pedido do Ministério Público do Paraná.

Em 2019, ele foi denunciado pelo MPPR – por meio do núcleo de Londrina do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria) – por constituição de organização criminosa, fraude a licitações e outros crimes investigados na Operação Alavanca, conduzida pela Promotoria de Justiça de Astorga e pelo Gepatria de Londrina.

O réu, que já havia sido preso anteriormente, estava em liberdade provisória cumulada com medidas cautelares não prisionais, por força de decisão proferida pelo Superior Tribunal de Justiça. Entretanto, diligências do MPPR constataram que as medidas cautelares não vinham sendo cumpridas por ele, motivo pelo qual foi requerido o reestabelecimento da prisão preventiva.

Processo número 0000603-70.2021.8.16.0049.

Veja texto anterior sobre a Operação Alavanca:

12/09/2019 – Ex-prefeito de Astorga e mais três pessoas são presos preventivamente

(Assessoria MPPR)

LEIA TAMBÉM