Cotidiano

Jovem que desapareceu em Icaraíma é localizado em Tapira

O jovem foi avistado entre Ouro Verde e Tapira por pessoas que leram a matéria sobre seu desaparecimento

Foto: Arquivo da família
Jovem que desapareceu em Icaraíma é localizado em Tapira
Redação
OBemdito
23 de junho de 2022 07h50

O jovem Fábio Junio Lima da Silva, de 14 anos, que desapareceu de casa na quarta-feira (22) em Icaraíma, foi localizado, na noite do mesmo dia por autoridades na cidade de Tapira. Segundo informações da família, após relatos de pessoas que reconheceram o garoto pela reportagem do OBemdito, eles conseguiram acionar as autoridades do município, que prontamente o encontraram.

OBemdito conversou com a tia de Fábio, Andreia, que disse que o jovem partiu de Icaraíma somente com uma mochila escolar e uma vara de pescaria. Ele teria a intenção de ir pescar em algum porto pela região, e acabou atravessando vários municípios durante sua peregrinação.

Em Ivaté ele conseguiu uma bicicleta em um ginásio escolar, onde passou a utilizar como transporte – além de caronas oferecidas por pessoas que o avistavam – e com isso conseguiu chegar entre os municípios de Ouro Verde e Tapira.

“Ele tem somente 14 anos, mas é grande, passa facilmente por um garoto de 17 ou 18 anos”, relatou Andreia. “As pessoas viam ele e ficavam com dó e acabavam dando carona. Foi só depois da matéria de vocês (OBemdito) que as pessoas vieram falar com a gente dizendo que viram ele entre Ouro Verde e Tapira. Aí nós ligamos para a polícia de lá e eles encontraram ele”, conclui.

Ainda de acordo com Andreia, o jovem foi trazido pelo Conselho Tutelar de Tapira até Douradina, onde o tio de Fábio pode ir buscá-lo e levá-lo de volta para casa. O jovem aparentava estar bem e não possuia nenhum tipo de ferimento.

Transtorno psiquiátrico

Andreia disse que Fábio sofre com transtornos psiquiátricos, e que necessita de tratamento. Segundo ela, esta já é a terceira vez em um mês que o jovem desaparece de casa, embora nas outras vezes ele tenha se limitado a permanecer dentro do município de Icaraíma, onde sempre foi encontrado pela família.

É uma constante luta da mãe de Fábio, Jaqueline Silva, para que consiga a internação e tratamento adequado para o garoto, que ocasionalmente sofre com surtos e coloca em risco a própria vida e a de outras pessoas.

“É importante que a gente consiga tratar ele enquanto ele é jovem, para que ele consiga desenvolver bem”, disse a tia de Fábio. Atualmente eles estão passando por um processo para tentar conseguir a internação do garoto, porém a família espera que através deste o último episódio o caso ganhe visibilidade e receba a devida atenção por pessoas que se solidarizem com a situação do rapaz.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

LEIA TAMBÉM