Umuarama 69 anos
Sicred
Lançoni
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Jaqueline Mocelin Publisher do OBemdito

Homem é preso em Umuarama com material contendo pornografia infantil

Delegados da PF falam sobre investigações da Operação Livramento, realizada na manhã desta sexta-feira em Umuarama

Sede da Polícia Federal em Guaíra/MEP Arquitetura
Sede da Polícia Federal em Guaíra/MEP Arquitetura
Homem é preso em Umuarama com material contendo pornografia infantil
Jaqueline Mocelin - OBemdito
Publicado em 14 de maio de 2021 às 13h21 - Modificado em 14 de maio de 2021 às 19h48
9 Espetaria
Porto Camargo
Gastro Umuarama
Atlanta Pneus
Cupom Local
Lançoni

Na manhã desta sexta-feira (14) foi cumprido um mandado de prisão temporária e dois mandados de busca e apreensão relativos ao crime de pornografia infantil em Umuarama. Os mandados foram emitidos pela 1ª Vara da Justiça Federal da cidade.

O trabalho foi realizado pela Delegacia de Polícia Federal (PF) de Guaíra, que deflagrou a Operação Livramento, com o objetivo de reprimir a prática de crimes de produção, armazenamento e disseminação de material contendo pornografia infantil.

Um homem foi detido. A PF não repassou sua identificação e nem a localidade onde o mandado de prisão temporária foi cumprido. Conforme a Polícia Federal, pela natureza do delito o juiz determinou expressamente que as medidas fossem cumpridas com discrição, sem viaturas e uniformes ostensivos, etc.

O Delegado da PF de Guaíra, Fernado Orben Bianco, esteve em Umuarama com os demais policiais. Ele explica que nas diligências na Capital da Amizade foram identificados materiais no computador do investigado que continham imagens e vídeos de pornografia infantil. O homem foi preso e coi conduzido para a Delegacia da PF de Guaíra junto com os materiais apreendidos, onde foi ouvido e permanece a disposição da justiça. Confira o vídeo com o delegado Bianco:

A investigação envolveu policiais de Guaíra e Brasília (Nurcop/DRCC/CGPFAZ) e contou com o auxílio da Interpol, que mantém banco de dados alimentado por países de todo o mundo, cujo objetivo é o combate aos crimes relacionados à pornografia infantil.

As diligências apontaram casos de abuso infantil registrados em fotos e vídeos, e compartilhados na rede mundial de computadores, através das suas camadas mais profundas, a chamada DeepWeb, sendo possível a identificação de um dos responsáveis pelo compartilhamento.

O Brasil, como país membro da Interpol, aderiu à Resolução 08 da Assembleia Geral da Interpol em 2011, por meio da qual se comprometeu a promover o gerenciamento de material de operações voltadas ao combate ao abuso sexual infantojuvenil de maneira centrada na vítima. No Brasil, a Interpol é representada pela Polícia Federal.

O Delegado-Chefe da PF de Guaíra, Mário Cesar Leal Junior, fala sobre este trabalho de combate à pornografia infantil:

(Assessoria PF e redação OBemdito)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo
Uvel