Paraná

Paralisação de 48 horas é realizada por Policiais Civis em todo o Estado

Foto: Danilo Martins/OBemdito
Paralisação de 48 horas é realizada por Policiais Civis em todo o Estado
Redação
OBemdito
24 de novembro de 2021 13h56

Policiais civis do Paraná realizam nesta quarta (24) e quinta-feira (25) uma paralisação.  Em Umuarama cartazes foram colados na porta da delegacia para demonstrar o ato da categoria.

Durante os dois dias de mobilização apenas serão atendidas situações graves e emergenciais. As pessoas que necessitam de atendimento na delegacia de Umuarama estão sendo orientadas sobre a paralisação e como proceder.

Os policiais civis estão reivindicando a reposição inflacionária, que segundo a categoria, não ocorre há seis anos. Eles também cobram melhores estruturas e mais escrivães e papiloscopistas.

Hoje o Paraná conta com 3.839 policiais civis na ativa, sendo 349 delegados, mas a categoria defende a necessidade mais contratações e concursos para ajustar o quadro de profissionais.

Progressões autorizadas

O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou, na última segunda-feira (22), o pagamento de promoção para 724 policiais civis. Essa valorização no quadro de funcionários da Polícia Civil do Paraná terá um impacto financeiro de R$ 556 mil por mês para a Secretaria estadual de Segurança Pública. 

“Temos uma série de ações em andamento para a segurança pública e essa é mais uma delas. Esse reconhecimento dos profissionais é muito importante. As promoções viabilizam o crescimento do policial na carreira e traz reflexos positivos no dia a dia”, destacou o governado Ratinho Junior.

“A Polícia Civil agora conta com extrajornada, não cuida mais de presos e está sendo reequipada com novos equipamentos e estruturas físicas, como as Delegacias Cidadãs. E, para fechar, realizamos neste ano o concurso público para 400 novos profissionais, melhorando o nosso quadro”, acrescentou.

Serão beneficiados, segundo os decretos assinados, agentes em operações policiais, papiloscopistas, escrivães, investigadores e delegados de polícia. A promoção na carreira é a mudança de classe para outra imediatamente superior. Ela ocorre pelos critérios de antiguidade e merecimento.

Em agosto, o governador já tinha autorizado o pagamento de promoções e progressões de 9.860 profissionais da Secretaria de Estado da Segurança Pública. Na ocasião, foram atendidos 1.546 profissionais da Polícia Civil. 

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

LEIA TAMBÉM