Esporte

Personal de Umuarama prescreve treinos online de corrida focados na imunidade

Em tempos de pandemia, Alexandre Craveiro Alves ajustou seu dia a dia e repensou novas formas de atrair a população, por meio de assessoria para treinamentos de corrida

Alexandre e a esposa: unimos nossa paixão pela corrida com os treinos personalizados para os alunos / DIVULGAÇÃO
Personal de Umuarama prescreve treinos online de corrida focados na imunidade
ANDRESSA ZAFFALON
OBemdito
8 de maio de 2021 12h00

A pandemia do coronavírus mudou a rotina de muitos profissionais de Educação Física. Com os novos hábitos e com a insegurança das pessoas em relação à doença, há quem abandonou as academias e passou a buscar meios alternativos de se exercitar de forma individual. 

Envolvidos nesse contexto, os trabalhadores da área também precisaram adaptar os modos de trabalho para conseguir atender com qualidade e segurança, sem levar prejuízo. 

O personal e atleta Alexandre Craveiro Alves, de Umuarama, é um dos que ajustou seu dia a dia e repensou novas formas de atrair a população, por meio de assessoria para treinamentos de corrida. 

O serviço prestado, na verdade, não é novidade na Capital da Amizade. Desde 2010 que Alexandre realiza o trabalho, juntamente com a esposa, Carina de Fátima Alves, que também é profissional de Educação Física. 

Em 2019, o casal passou a realizar as consultorias de forma on-line. Mas foi com o novo cenário pandêmico que eles decidiram focar nos treinamentos para fortalecer o sistema imunológico dos alunos e promover o distanciamento social.

“Como o nosso trabalho é desenvolver o condicionamento cardiorrespiratório através da corrida, os alunos continuam recebendo a orientação e prescrição de treinos personalizados através da internet, incluindo Sisrun, Whatsapp, live do Instagram e Google Meet. Criamos desafios pessoais para estimular e motivar os alunos, como correr dentro do espaço de sua residência”, diz Alexandre.

Atividade aeróbica

Independente da especificidade do exercício, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a prática da atividade física deve ser regular, já que é essencial para prevenir e controlar doenças cardíacas, diabetes, câncer, combater ansiedade e depressão, e melhorar a memória. 

Segundo o órgão, a recomendação é de 150 a 300 minutos de atividade aeróbica por semana para os adultos. E é essa atividade aeróbica proporcionada pela corrida que contribui para o fortalecimento da imunidade, se for realizada de forma adequada.

De acordo com Alexandre, o recomendável é que os treinos de corridas não sejam em dias consecutivos, pois o volume de movimentos elevados aumenta o risco de lesões e potencializa o catabolismo (diminuição da massa muscular). 

Outra dica do profissional é para que os alunos façam um acompanhamento com uma nutricionista para calcular a quantidade personalizada de ingestão de água diária. Ainda com relação à hidratação, Alexandre orienta os praticantes de exercícios físicos mais extensos a se pesarem antes e após os treinamentos, para conseguir ter um parâmetro do nível de desidratação. 

“A corrida exige uma grande captação de oxigênio e isso ajuda a melhorar a imunidade pulmonar, trazendo força e flexibilidade. Nós entregamos para o aluno o treino personalizado. Claro que há muitos fatores externos que podem levar o treino a não trazer todos os benefícios”.

E acrescenta: “Por exemplo, se uma pessoa não dorme ou não se alimenta direito, isso influencia no resultado. Por isso utilizamos o monitor cardíaco para definir como deve ser a intensidade. Se o treino for muito intenso, há riscos de causar a imunossupressão, baixando a imunidade da pessoa, o que pode agravar seu quadro de saúde”, observa Alexandre. 

Treinamento personalizado

De forma a promover o distanciamento social, o personal tenta orientar os alunos a procurarem correr em espaços que não possuem aglomerações. A assessoria funciona nas segundas, quartas e sextas-feiras em cinco horários. 

“Dou indicações de como executar (os reinos). Por exemplo, alguns trajetos exigem mais subida, então, recomendo espaços onde têm mais inclinações. Outros percursos precisam ser mais planos e indico os loteamentos novos que têm pouco fluxo de pessoas transitando”.

Para iniciar os treinamentos, Alexandre e a esposa requerem avaliações com cardiologista e fisioterapeuta. Depois, avaliam o condicionamento físico do aluno para definir o nível em que ele se insere. Os níveis vão do iniciante até os de atletas aptos para competições. Conforme a pessoa vai melhorando a capacidade cardiorrespiratória, ela vai subindo de nível. 

Paixão pela corrida

Além de profissional de Educação Física, Alexandre é especialista em Ciência do Exercício e em Medicina do Esporte. Já a esposa é especialista em Educação Especial. Os dois também são atletas e participam de competições de corridas em várias cidades. 

“Além de promover um acompanhamento profissional, o professor também tem como função desenvolver uma rotina com atividades diversificadas para evitar a monotonia e, consequentemente, a desmotivação, ele serve como um apoio psicológico”, finaliza Alexandre.

Antes da pandemia, o personal possuía um projeto, em parceria com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Umuarama, que consistia em promover corridas em grupos pela cidade, nas terças e quintas-feiras. As atividades, porém, foram suspensas, como forma de conter aglomerações e evitar a disseminação do coronavírus.

As pessoas interessadas em conhecer mais e participar dos treinamentos de Alexandre e Carina podem entrar em contato pelo telefone (44) 98443-3691 ou peloInstagram‘Amigos que Correm’ (@corridaac). 

LEIA TAMBÉM