Sicred
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Redação Publisher do OBemdito

Municípios do região são contemplados com obras de saneamento básico

A Sanepar deverá investir R$ 680 milhões nos próximos meses em todo o Estado

O governador em exercício Darci Piana e o presidente da Sanepar, Wilson Bley, anunciam nesta terça-feira (02) um pacote de investimento em saneamento rural e urbano e distribuição de água, além da conclusão de obras emblemáticas do setor.
O governador em exercício Darci Piana e o presidente da Sanepar, Wilson Bley, anunciam nesta terça-feira (02) um pacote de investimento em saneamento rural e urbano e distribuição de água, além da conclusão de obras emblemáticas do setor.
Municípios do região são contemplados com obras de saneamento básico
Redação - OBemdito
Publicado em 4 de julho de 2024 às 13h24 - Modificado em 4 de julho de 2024 às 13h24
Gastro Umuarama
9 Espetaria
Porto Camargo
Cupom Local
Atlanta Pneus

O governador em exercício Darci Piana e o presidente da Sanepar, Wilson Bley, anunciaram nesta terça-feira (02) um pacote de R$ 680 milhões em investimentos da empresa em obras de saneamento básico para dezenas de municípios do Paraná. A medida engloba obras que estão em execução, autorizações de novas intervenções e convênios com prefeituras, com o intuito de avançar na universalização do serviço no Estado.

No noroeste, pelo menos 8 municípios serão beneficiados, dentre eles as cidades de Xambrê, Alto Piquiri, Formosa do Oeste, Cianorte, Loanda, São Jorge do Patrocínio, Pérola e Goioerê. Outros três municípios de regiões próximas também serão atendidos, com destaque para Campo Mourão, no Centro-Oeste, Mandaguaçu, no Norte, e Palotina, no Oeste.

Ao falar sobre os investimentos, Piana destacou o desempenho da Sanepar, que por anos seguidos é considerada a melhor empresa de saneamento do país, chegando até mesmo a ser eleita, em abril deste ano, a melhor empresa do mundo em ações para disponibilidade e gestão sustentável da água potável e saneamento.

“Devemos chegar até o final de 2026 com 90% da coleta de esgoto, sendo 100% dela tratada, o que nos dá a segurança de que a Sanepar continuará sendo a primeira empresa do mundo em saneamento”, disse o governador em exercício. “Isso é importante porque quem trata a água e o esgoto está na verdade cuidando também da saúde das pessoas”.

Atualmente, 100% da área dos 344 municípios paranaenses de abrangência da Sanepar possui abastecimento de água. As novas obras visam garantir a continuidade dos serviços, com ampliações para suprir o potencial aumento de demanda da população.

No caso da coleta de esgoto, segundo o presidente da Sanepar, a empresa tem como meta passar de 80,2% para 90% a cobertura até 2027, antecipando em seis anos o prazo estipulado para este percentual no Marco Nacional do Saneamento Básico. Atualmente, 100% do esgoto coletado pela empresa é tratado.

“Estes R$ 680 milhões fazem parte de um ciclo de investimentos de R$ 11 bilhões da Sanepar em cinco anos, sendo R$ 2 bilhões apenas em 2024, o que nos dá capacidade de, em parceria com os municípios, atingir as metas estipuladas no marco regulatório do saneamento de forma antecipada, conforme determinado pelo governador Ratinho Junior”, afirmou Bley.

Novas obras

Cerca de R$ 342,2 milhões, que compõem a maior fatia dos recursos anunciados agora, vão para novas obras autorizadas para 25 municípios. Manoel Ribas, Pitanga, Piraquara, Ventania e Rolândia terão as redes de abastecimento de água ampliadas para garantir a continuidade e qualidade da água que chega às torneiras das casas.

Já Palotina, Campo Mourão, Medianeira, Adrianópolis, Irati, Ivaiporã, Pinhais, General Carneiro, Cerro Azul, Catanduvas, Paulo Frontin, Planalto, Xambrê, Alto Piquiri, Formosa do Oeste, Mandaguaçu, Rio Azul, Jardim Alegre, Inácio Martins e Porto Amazonas receberão serviços de ampliação do sistema de coleta e tratamento de esgoto.

Irati vai receber R$ 16 milhões de investimento. Para o prefeito da cidade, Jorge Derbli, apesar de pouco visíveis pela população, os investimentos em saneamento básico têm um forte impacto na qualidade de vida dos moradores.

“Com esta nova parceria com a Sanepar, que é a melhor empresa de saneamento do Brasil, Irati chegará próximo de 100% de cobertura de água e esgoto, o que significa mais saúde para a população da cidade e da área rural”, comentou.

Nos próximos seis meses, a Sanepar também deve entregar cerca de R$ 97,3 milhões em obras de construção de reservatórios de água tratada, operacionalização de poços, novas captações de água e ampliação de redes em São José dos Pinhais, Colombo, Curitiba, Ibaiti, Londrina, Balsa Nova, Cianorte, Porto Amazonas e Serranópolis do Iguaçu.

Outros R$ 232,3 milhões estão sendo investidos pela empresa na ampliação do sistema de esgoto, com estações de tratamento, unidades de bombeamento e novas redes coletoras em Araucária, Irati, Manoel Ribas, Ponta Grossa, Arapongas, Loanda, São Jorge do Patrocínio, Arapongas, Barbosa Ferraz, Nova Esperança, União da Vitória e Imbituva. Somente as novas redes de coleta totalizam 237 quilômetros de tubulações, quase a distância entre Curitiba e União da Vitória.

Água no campo

Outros R$ 4,7 milhões da Sanepar vão para o programa Sanepar Rural, com a instalação de poços e redes de distribuição de água em 14 comunidades rurais dos municípios de Califórnia, Ramilândia, Ortigueira, Santo Antônio do Sudoeste, São João do Triunfo, Pérola, Ibaiti, São Jorge do Oeste, Cândido Abreu, Guarapuava, Tijucas do Sul, Rio Branco do Ivaí, Conselheiro Mairinck e Novo Itacolomi.

O programa prevê parcerias entre a Sanepar e os municípios para o fornecimento de estudos técnicos, materiais hidráulicos, equipamentos eletromecânicos, treinamento e apoio técnico, ambiental e social da empresa. Como contrapartida, os municípios devem disponibilizar o manancial de abastecimento, mão de obra e insumos de construção civil, o que totalizará outros R$ 3,5 milhões em investimentos.

“É uma parceria que fazemos em que o município entra com a mão de obra e a Sanepar fornece os equipamentos, organiza o sistema e articula para que a própria comunidade beneficiada seja a gestora do sistema, o que permite fornecer água de qualidade e tratada para os lugares mais distantes das áreas urbanas”, explicou Bley.

Por fim, a Sanepar desembolsará cerca de R$ 7 milhões por meio do programa Parceria Urbana, através do qual as prefeituras contratam as obras e recebem o reembolso financeiro da companhia, em uma modalidade criada para dar agilidade às obras de saneamento em determinadas cidades.

O dinheiro será usado para compensar a ampliação do abastecimento de água em Cerro Azul e ampliar a coleta e tratamento de esgoto visando a universalização do serviço em Santana do Itararé, Salto do Itararé, Sengés, Loanda e Goioerê.

OBemdito com AEN

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo