Instituto Nossa Senhora Aparecida
Sicred
Redação Publisher do OBemdito

Familiares de Ísis cobram celeridade em investigação durante protesto em Tibagi

Nesta quarta-feira (03), completam 27 dias do desaparecimento da adolescente

Foto: Reprodução/RICtv
Foto: Reprodução/RICtv
Familiares de Ísis cobram celeridade em investigação durante protesto em Tibagi
Redação - OBemdito
Publicado em 3 de julho de 2024 às 10h52 - Modificado em 3 de julho de 2024 às 10h53
Porto Camargo
9 Espetaria
Atlanta Pneus
Cupom Local
Gastro Umuarama

Familiares e amigos de Ísis Vitória Mizerski, desaparecida desde 6 de junho, se reuniram na noite desta terça-feira (03), em Tibagi para um protesto em frente à delegacia da Polícia Civil. O grupo, que clama por agilidade nas buscas pela adolescente grávida, partiu da Vila São José em direção à sede policial.

Durante o ato, manifestantes expressaram indignação pela demora nas investigações. “A gente quer saber onde está a menina, por que está tão demorado? A gente precisa que ela apareça. Acho que ele não tem nada a perder, tinha que confessar”, declarou uma participante.

Outra integrante do protesto lamentou a escassez de informações sobre Ísis. “Estamos buscando justiça pela Ísis. Era algo que deveria ser agilizado, mas está demorando”, desabafou. A mãe de Ísis esteve presente, mas optou por não falar com a imprensa.

Nesta quarta-feira (03), completam-se 27 dias desde o desaparecimento de Ísis. Um vigilante conhecido como Marcos Rone, detido temporariamente, é o principal suspeito de envolvimento no caso.

As investigações agora estão sob a responsabilidade do delegado Matheus Duarte, após o titular de Tibagi, Jonas Avelar, entrar em férias. Novas buscas foram iniciadas pelos bombeiros em uma área delimitada no distrito de Lavras, em Tibagi, abrangendo cerca de 3200 hectares, o equivalente a aproximadamente cinco mil campos de futebol.

Isis Novo Delegado 1

OBemdito com RICtv

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo