Instituto Nossa Senhora Aparecida
Sicred
Redação Publisher do OBemdito

Delegado acusado de assassinar esposa e enteada vai a julgamento em Curitiba

O julgamento foi adiado anteriormente, em abril deste ano, e deve se estender até quarta-feira

Delegado acusado de assassinar esposa e enteada vai a julgamento em Curitiba
Redação - OBemdito
Publicado em 1 de julho de 2024 às 13h01 - Modificado em 1 de julho de 2024 às 13h03
Cupom Local
Porto Camargo
Atlanta Pneus
9 Espetaria
Gastro Umuarama

Teve início nesta segunda-feira (1º) o julgamento de Erik Busetti, delegado da Polícia Civil acusado de assassinar a esposa e policial civil Maritza Guimarães de Souza, e a enteada, Ana Carolina de Souza, de 16 anos em março de 2020, em Curitiba. O julgamento foi adiado anteriormente em abril deste ano e está programado para se estender até quarta-feira (3).

Erik Busetti, de 49 anos, enfrenta acusações de duplo feminicídio com qualificadoras adicionais, como motivo torpe e dificultar a defesa das vítimas. A defesa, representada por Aline Vasconcelos, contesta a acusação de feminicídio. Carina Goiatá, outra advogada de defesa, também argumentou contra as qualificadoras.

Câmeras de segurança instaladas na casa do delegado registraram o momento em que ele come o crime. No vídeo é possível ver que o casal discute horas antes do crime.

De madrugada, Maritza pega uma bolsa e desce as escadas, possivelmente para deixar a residência. Na sequência, o autor vai até a porta do quarto da enteada e agride a jovem com socos e chutes.

Neste momento, Maritza volta correndo e tenta defender a filha, porém ambas são baleadas e morrem abraçadas no sofá. A filha de 9 anos da mulher com o delegado também estava na residência, porém foi poupada pelo pai.

As investigações apontam que as vítimas foram atingidas por vários disparos. Após o crime, o homem desce até a garagem com a arma e anda de um lado para o outro.

(Com informações CBN e OBemdito)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo