Sicred
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Redação Publisher do OBemdito

Desaparecimento de Ísis Victoria completa 15 dias; família intensifica buscas

O principal suspeito pelo desaparecimento de Ísis é Marcos Rone, que está preso desde o dia 17 de junho

Desaparecimento de Ísis Victoria completa 15 dias; família intensifica buscas
Redação - OBemdito
Publicado em 21 de junho de 2024 às 19h22 - Modificado em 21 de junho de 2024 às 19h22
Cupom Local
Gastro Umuarama
Porto Camargo
9 Espetaria
Atlanta Pneus

A família de Ísis Victória reforçou a recompensa para quem encontrar a jovem, desaparecida há 15 dias em Tibagi, nos Campos Gerais do Paraná. O vigilante segue preso, e os familiares continuam com as buscas pela adolescente de 17 anos. Nas redes sociais, o tio de Ísis fez um forte desabafo e pediu por justiça. “Será que ele vai ficar preso por 30 dias sem falar, deixando a família cada vez mais aflita?”, desabafou o tio.

Além disso, o familiar da jovem desaparecida falou também sobre a luta da família para encontrá-la. “Só Deus sabe o quanto luto, luto e luto para ser forte e continuar caminhando. Sei que tudo está em suas mãos, mas a dor é terrível. Obrigado, Senhor, por continuar renovando nossas forças”, escreveu.

O desaparecimento da adolescente Ísis Victória Mizerski, de 17 anos, completa 15 dias nesta sexta-feira (21). A garota saiu de casa no bairro Santa Rita, em Tibagi, nos Campos Gerais do Paraná, por volta das 17h30 para se encontrar com Marcos Vagner de Souza, também conhecido como Marcos Rone. Câmeras de segurança da cidade registraram a menina às 18h02; depois disso, Ísis não foi mais vista.

O principal suspeito pelo desaparecimento de Ísis é Marcos Rone, que está preso desde o dia 17 de junho na penitenciária Hildebrando de Sousa, em Ponta Grossa. O homem é apontado como o pai do filho que Ísis esperava. O encontro marcado entre Ísis e Marcos no dia 6 de junho era para discutir sobre a gestação, que estava nos primeiros meses.

Logo após o desaparecimento, amigos e familiares de Ísis procuraram Marcos Rone para obter informações sobre a adolescente. Entretanto, em troca de mensagens por um aplicativo, o principal suspeito entrou em várias contradições e não soube informar o paradeiro.

Equipes de resgate da Polícia Militar do Paraná, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil do Paraná realizaram diversas buscas em Tibagi e também em cidades próximas. Entretanto, 15 dias após o desaparecimento, ainda não há nenhuma informação sobre o paradeiro de Ísis.

Ultima Imagem Isis

OBemdito com RICtv

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo