Sicred
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Redação Publisher do OBemdito

Polícia confirma investigação de ex-vereador de Cruzeiro do Oeste por possível estupro de menina

O suspeito seria padrasto da vítima. Após os primeiros procedimentos, a menina foi encaminhada para realização de exames

Foto: Danilo Martins/OBemdito
Foto: Danilo Martins/OBemdito
Polícia confirma investigação de ex-vereador de Cruzeiro do Oeste por possível estupro de menina
Redação - OBemdito
Publicado em 20 de junho de 2024 às 12h43 - Modificado em 20 de junho de 2024 às 16h36
9 Espetaria
Porto Camargo
Cupom Local
Atlanta Pneus
Gastro Umuarama

A Polícia Civil de Cruzeiro do Oeste está investigando uma denúncia de um possível estupro de vulnerável contra uma menina de 11 anos no município. O crime teria sido praticado por um ex-vereador, que é servidor público do município.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, a denúncia chegou às autoridades na manhã desta quarta-feira (19), quando foram iniciadas as diligências. O suspeito seria padrasto da vítima. Após os primeiros procedimentos, a menina foi encaminhada à Polícia Científica para realização de exames.

“Por envolver menor de idade, a legislação vigente determina o sigilo do inquérito policial. As investigações prosseguem para elucidação do caso”, afirmou a Polícia Civil. Da parte da instituição não houve a informação de que o ex-vereador chegou a ser preso.

Em nota, a prefeitura de Cruzeiro do Oeste afirmou que a Administração Municipal está ciente da denúncia envolvendo o servidor, mas que, por enquanto, não irá se manifestar sobre o caso.

“Até que tenhamos informações oficiais e detalhadas fornecidas pelos órgãos competentes, não emitiremos qualquer posicionamento sobre o caso. Ressaltamos nosso compromisso com a transparência e a legalidade em todas as nossas ações e decisões”, diz a nota.

O suspeito, ocupou o cargo de vereador entre os anos de 2017 e 2020. Atualmente, ele presta serviço no setor de iluminação pública da cidade. Devido o caso estar em investigação e também para preservar a identidade da vítima, OBemdito, por enquanto, não divulgará o nome do suspeito

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo