Instituto Nossa Senhora Aparecida
Sicred
Graça Milanez Publisher do OBemdito

Loja especializada em erva-mate a granel se firma no mercado umuaramense

Da sala de casa transferido para um ponto na movimentada Avenida Maringá, o Rancho do Tereré se consolidou, investindo nesse nicho que atrai principalmente universitários

Aposta vencida: Elaine Spina comemora os bons resultados do seu negócio, que começou na sala de visitas da casa dela Fotos: Danilo Martins/OBemdito
Aposta vencida: Elaine Spina comemora os bons resultados do seu negócio, que começou na sala de visitas da casa dela Fotos: Danilo Martins/OBemdito
Loja especializada em erva-mate a granel se firma no mercado umuaramense
Graça Milanez - OBemdito
Publicado em 16 de junho de 2024 às 17h24 - Modificado em 17 de junho de 2024 às 09h15
Cupom Local
9 Espetaria
Gastro Umuarama
Porto Camargo
Atlanta Pneus

O que determina o sucesso de um negócio? As respostas são muitas, mas para a empresária Elaine Spina, 37 anos, foi, inicialmente, apostar no público-alvo: jovens universitários que amam tereré. Umuarama tem muitos! Depois, veio a certeza de que a qualidade do produto que tinha para oferecer era “muito boa”. Deu match! Ou melhor, mate… erva-mate!

Assim, em 2016 ela inicia seu próprio negócio. “Comecei em casa; tinha um espaço lá que a gente quase não usava, fiz umas prateleiras…”, diz, reticente. Depois, esclarece: o espaço era a sala de visitas da casa dela, cenário no qual nasceu o ‘Rancho do Tereré’. “Eu vendia pelas redes sociais, principalmente pelo Facebook, que, à época, estava bombando”, lembra a proprietária, que é técnica em farmácia.

“Tinha um emprego, mas me licenciei para cuidar do meu marido que sofreu um acidente; ficava em casa e, no tempo livre, comecei a vender; antes disso, conheci uma erva-mate excelente em Campo Grande! Muito gostosa! Ia com frequência pra lá pra visitar parente… Trazia para o meu consumo e para os amigos, que encomendavam; as encomendas começaram a aumentar e pensei: por que não trazer para vender?”.

Foi o que fez e a lista de clientes foi crescendo, crescendo… “Daí pedi demissão do emprego e passei a me dedicar exclusivamente ao negócio… O que me motivou? Digo sempre que foi minha paixão por tereré!”, revela, sorrindo. Foi um ano nesse ritmo, quando decidiu procurar um ponto comercial: optou por instalar a loja perto do câmpus-sede da Unipar, na Avenida Maringá.

Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 1
Rancho do Tereré: um pequeno negócio que deu certo na Avenida Maringá

“A maioria dos meus clientes é jovem universitário… O vaivém nessa região é grande! Eles tanto passam por aqui como ‘festam’ nesses bares da redondeza… Tive sorte de conseguir um ponto com boa visibilidade!”, justifica, destacando o diferencial do seu negócio: venda de erva-mate a granel. “Aqui o cliente encontra o mate sempre fresco, que vem direto da fábrica; toda semana é reposto”, avisa.

Além da erva-mate pura, ela vende as com sabores. Entre as mais requisitadas estão menta, hortelã, abacaxi com limão, cereja com menta americana, ice menta e burrito [menta paraguaia]. “Todo segmento de mercado tem suas tendências e eu procuro acompanhar, para prestar um bom atendimento; quem vem à minha loja sabe que vai encontrar itens que são vendidos nos grandes centros: trago sempre novidades”.

Vai com brilho ou no couro?

As novidades a que a empresária se refere vão além dos sabores de erva-mate. Para degustar numa boa a tal bebida ancestral tem gente que faz questão de sofisticar os meios. Diante disso, ela revende cuias, copos, bombas de metal [de sucção], porta-ervas, garrafas térmicas e outros recipientes elaborados [uns, diria, cheios de fru-fru] e assim agrega valor ao negócio.

A decoração vai do couro, que dá complemento às peças deixando-as com ar mais tradicional, às pedras brilhantes e strass, que, coladas nas peças [como se fossem bordadas] dão um requinte mais moderninho. As cores, idem: vão das sóbrias, às ‘neon’ [rosa, amarela, verde e azul]. E tem cuia de chifre [ou guampa] de boi e da Stanley [a marca top mundial em copos térmicos].

Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 12
Do sóbrio ao vibrante: copos e bombas para todos os gostos do cliente

E o Rancho do Tereré conta ainda com a seção de peças para presentes, com opções que combinam com churrasco [só podia, afinal, amante de tereré é também um bom apreciador da carne assada!]. Na lista estão tábuas de carne, facas, canivetes, porta-garrafas de tereré que faz conjunto com tábua de carne e tantas outras. Copos personalizados é outra opção que tem tido boa saída: a gravação a laser de nome, marca ou outra mensagem é possível no Rancho do Tereré de Umuarama.

Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 5
Tereré em dia de churrasco: Rancho do Tereré tem várias opções de presente

Vai tereré ou chimarrão?

Considerando que a criatividade do empreendedor não tem limites, inventaram também as pulseiras para cuia, feitas com enfeitinhos dourados e prateados, pedrinhas coloridas, pingentes, enfim, uma infinidade de combinação que leva a um resultado charmoso, igual as que usamos no pulso. No Rancho do Tereré tem vários modelos.

A diferença, todo mundo sabe: chimarrão no frio, tereré no calor; o primeiro, embora associado aos gaúchos, tem o povo do Paraná como grande fã, também: no nosso Estado a cultura é muito forte, principalmente no sul e sudoeste.

Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 26
A empresária Elaine Spina: erva-mate a granel é o diferencial do seu Rancho do Tereré

Por aqui, no calorão do noroeste, o tereré movimenta rodas e rodas de conversa, todo dia. Tem uma legião de fãs enorme! No Brasil, o Mato Grosso do Sul é o que mais consome a bebida; nós, paranaenses, como bons vizinhos, acompanhamos quase que no mesmo ritmo.

Segundo pesquisas, o tereré, reconhecido como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco e, no Paraguai, como símbolo da amizade, teria sido inventado pelos povos Guarani. E a erva-mate, planta natural da América do Sul, é medicinal e também tem valor socioeconômico importante.

O Brasil é líder na produção erva-mate: em áreas nativas e plantadas, colhe mais de 900 mil toneladas [dados do Deral], contra 812 mil toneladas da Argentina e 150 mil toneladas do Paraguai. Em relação aos estados brasileiros, o Paraná está no topo: é responsável por 87% da produção nacional.

Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 20
Elaine Spina, proprietária do Rancho do Tereré: jovens universitários engrossam a lista de clientes
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 25
A empresária Elaine Spina: erva-mate a granel é o diferencial do seu Rancho do Tereré
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 4
Erva-mate empacotada, das principais marcas do mercado, também faz parte do rol de produtos do Rancho do Tereré
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 8
Nas prateleiras, diversidade de produtos agrega valor ao negócio
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 15
Requinte: cuias ‘bordadas’ chamam a atenção
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 27
Moderninhos: copos personalizados fazem parte do rol de produtos do Rancho do Tereré
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 19
Ícone cultural do Paraguai, erva-mate tem expressivo valor econômico na América do Sul
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 22
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 24
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 29
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 2
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 3
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 7
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 9
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 10
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 11
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 13
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 14
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 16
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 17
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 18
Whatsapp Image 2024 06 12 At 18.03.22 21

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Porto Camargo