Umuarama 69 anos
Lançoni
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Sicred
Redação Publisher do OBemdito

Mãe é presa por manter filha com esquizofrenia em cárcere privado no Paraná

Uma denúncia anônima relatou que a jovem ficava acorrentada e sofria agressões físicas

Foto: Reprodução/Google Maps?DPintanews
Foto: Reprodução/Google Maps?DPintanews
Mãe é presa por manter filha com esquizofrenia em cárcere privado no Paraná
Redação - OBemdito
Publicado em 10 de junho de 2024 às 12h40 - Modificado em 10 de junho de 2024 às 12h40
Gastro Umuarama
Lançoni
Atlanta Pneus
Porto Camargo
9 Espetaria
Cupom Local

Uma mulher de 50 anos foi presa preventivamente em Ponta Grossa, sob a acusação de manter sua filha, de 30 anos, em cárcere privado. A vítima, que sofre de esquizofrenia, foi encontrada com evidentes sinais de desnutrição em sua residência na Vila Nova, onde vivia com a mãe.

Segundo a delegada Cláudia Kruger, da Delegacia da Mulher, a mulher ocasionalmente mantinha a filha amarrada e privada de alimentação. Uma denúncia anônima relatou que a jovem ficava acorrentada e sofria agressões físicas. Para ocultar as condições da vítima, a mãe ergueu um muro alto em frente à residência.

“O estado crítico de saúde apresentado pela jovem, visivelmente subnutrida, chocou até policiais mais experientes da delegacia”, afirmou a delegada. “Certamente, se essa vítima não tivesse sido socorrida, não resistiria por muito tempo.”

Diante da gravidade do crime e das evidências reunidas, a Autoridade Policial da Delegacia da Mulher solicitou a prisão preventiva da mãe, prontamente deferida pela justiça. A investigada está sob custódia, aguardando julgamento, sendo acusada de cárcere privado agravado pelo fato da vítima ser sua familiar, além do prolongamento do delito e do grave sofrimento físico causado.

OBemdito com DPontanews

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Uvel
Porto Camargo