Sicred
Lançoni
Umuarama 69 anos
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Redação Publisher do OBemdito

Polícia Civil informa que queda de passarela causou morte de homem em secador de grãos

Outro funcionário envolvido no acidente segue internado e seu estado é considerado grave

Foto: PMPR
Foto: PMPR
Polícia Civil informa que queda de passarela causou morte de homem em secador de grãos
Redação - OBemdito
Publicado em 7 de junho de 2024 às 21h10 - Modificado em 7 de junho de 2024 às 21h11
9 Espetaria
Cupom Local
Gastro Umuarama
Atlanta Pneus
Porto Camargo
Lançoni

Um homem morreu e outro ficou ferido em um acidente em um secador de grãos na madrugada desta quinta-feira (6), em uma unidade da C.Vale localizada no distrito de Encantado d’Oeste, em Assis Chateaubriand.

De acordo com o G1, o delegado de Polícia Civil (PC) de Assis Chateaubriand, Túlio Fernando de Almeida, informou que o incidente foi causado pela queda de uma passarela onde os funcionários estavam, que cedeu. Houve um princípio de incêndio e na tentativa de conter as chamas os funcionários caíram da passarela rompida.

Cesar Vera Davalos, de 46 anos, paraguaio, foi enterrado no seu país de origem na manhã desta sexta-feira (7). Ele deixa uma filha de 9 anos.

O outro funcionário, Gabriel Marcenichen Mangon, de 23 anos, ficou gravemente ferido e foi levado ao Hospital Bom Jesus, em Toledo, na mesma região do estado. A última atualização do estado de saúde dele indica que está em estado grave.

Ainda de acordo com o delegado Túlio Fernando de Almeida, equipes estão no local colhendo informações e identificando os responsáveis pela manutenção e uso do equipamento de secagem.

“Precisamos avançar para saber se houve algum tipo de desuso de material necessário para a segurança do trabalhador e se houve inobservância das regras técnicas. […] Precisamos identificar os responsáveis tanto pela fiscalização do cumprimento das regras quanto pela manutenção dos equipamentos”, afirmou o delegado.

No fim da tarde de quinta-feira, o delegado informou que um representante da cooperativa disse que uma estrutura do silo foi “incendiada” e que, na tentativa de conter a situação, os funcionários se penduraram na estrutura, que se rompeu.

O delegado afirmou que os responsáveis pelo setor e pela manutenção da máquina foram intimados a prestar esclarecimentos à polícia. Perícias devem ajudar a esclarecer o que provocou o incêndio e detalhar como tudo aconteceu.

NOTA SOBRE O ACIDENTE

A C.Vale divulgou às 10h uma nota sobre o acidente de trabalho na unidade de Encantado do Oeste. A nota foi publicada pelo jornal Folha de Palotina. Confira abaixo, na íntegra:

“A C.Vale informa que um acidente de trabalho ocorreu, por volta de 0h30 da madrugada do dia 6 de junho de 2024, em Encantado do Oeste, distrito de Assis Chateaubriand (PR). Um prestador de serviço terceirizado e um funcionário da cooperativa estavam verificando um princípio de incêndio em um secador de grãos quando a passarela externa que eles utilizavam cedeu provocando a queda dos trabalhadores de uma altura de seis a oito metros. O primeiro trabalhador faleceu logo após a queda e o segundo sofreu ferimentos e está internado no Hospital Bom Jesus, de Toledo. O acidente foi atendido por uma equipe do Samu, Polícia Civil e Polícia Militar. A C.Vale esclarece que os trabalhadores utilizavam Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e que está prestando assistência às vítimas e familiares. Diretoria da C.Vale”.

TRAGÉDIA EM 2023

Na tarde de 26 de julho de 2023 ocorreu uma explosão em um silo de milho da Cooperativa C. Vale, em Palotina. O acidente matou dez pessoas (oito haitianos e dois brasileiros) e feriu outros dez empregados. À época, o espaço era usado para armazenar milho e estava localizado em uma área com vários silos, próxima ao centro do município.

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) concluiu que a explosão foi causada pelo excesso de poeira de grãos em suspensão e depositada em diversos pontos da unidade.

(Com informações G1 e OBemdito)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Uvel
Porto Camargo