Sicred
Umuarama 69 anos
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Lançoni
Redação Publisher do OBemdito

Umuarama vislumbra crescimento na construção civil com aprovação de novos projetos

De janeiro a abril de 2024, a Diretoria de Planejamento Urbano do município já liberou 55.557 m² de obras

Fotos: PMU
Fotos: PMU
Umuarama vislumbra crescimento na construção civil com aprovação de novos projetos
Redação - OBemdito
Publicado em 25 de maio de 2024 às 18h41 - Modificado em 25 de maio de 2024 às 18h42
9 Espetaria
Atlanta Pneus
Porto Camargo
Cupom Local
Gastro Umuarama
Lançoni

A aprovação de projetos para obras nos quatro primeiros meses deste ano superou o volume aprovado no mesmo período do ano anterior em Umuarama. Segundo a Secretaria Municipal de Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos, essa diferença, ainda que pequena, indica sinais de recuperação em um dos setores mais cruciais da economia local, a construção civil.

Em 2022 e 2023, o volume de projetos aprovados diminuiu consideravelmente em comparação com 2021, ano que registrou a melhor média dos últimos nove anos, com um total de 267,7 mil m² de projetos para obras liberados, resultando em uma média mensal de 22.312 m². Em 2022, essa média caiu para 20.866 m² por mês, enquanto no ano passado ficou em 13.433 m² mensais, totalizando 161.196 m² ao longo do ano.

De janeiro a abril de 2024, a Diretoria de Planejamento Urbano do município já liberou 55.557 m² de obras, com uma média mensal de 13.889 m². Apenas em abril, foram autorizados 14.945 m².

“A recuperação ainda é tímida, mas a perspectiva é de que mais obras de médio e grande porte sejam aprovadas nos próximos meses, elevando ainda mais esse índice”, disse o secretário de Obras, engenheiro Renato Caobianco.

Caobianco acrescentou que o aumento no ritmo da construção civil tem diversos impactos positivos na economia local. “Além de impulsionar o comércio de materiais de construção, também aumenta a taxa de ocupação da mão de obra, gerando empregos diretos e indiretos, e estimula o comércio de acabamentos, móveis e eletrodomésticos. Tudo isso contribui para melhorar a arrecadação do município e promover o desenvolvimento da cidade”, completou.

Para o prefeito Celso Pozzobom, a retomada da construção civil após um ano de números modestos representa a recuperação da confiança tanto de investidores quanto da população em geral, que volta a investir em moradias, seja na reforma, ampliação ou construção de novas residências.

“O setor imobiliário é um indicador importante da situação econômica da cidade e da região. A Prefeitura estará lançando diversas obras nos próximos meses e continua trabalhando intensamente em várias frentes”, ressaltou.

Investindo em obras estruturantes e melhorias na infraestrutura, como pavimentação e recapeamento asfáltico, construção de escolas e urbanização, a Prefeitura cria condições ideais para atrair novos investimentos, tanto no setor habitacional quanto no comercial e na área de serviços.

“Dessa forma, a cidade mantém seu crescimento e vislumbra expectativas bastante positivas no médio e longo prazos”, concluiu Pozzobom.

(Com informações PMU)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Uvel
Porto Camargo