Instituto Nossa Senhora Aparecida
Sicred
Umuarama 69 anos
Lançoni
Foto: Reprodução/PCPR
Redação Publisher do OBemdito

Segundo suspeito de participação em latrocínio no Jardim Imperial é preso nesta sexta-feira

A Polícia Civil de Umuarama informou que nesta sexta-feira (17), foi preso Alex Barrim de Oliveira, o segundo homem suspeito […]

Foto: Reprodução/PCPR
Segundo suspeito de participação em latrocínio no Jardim Imperial é preso nesta sexta-feira
Redação - OBemdito
Publicado em 17 de maio de 2024 às 13h26 - Modificado em 17 de maio de 2024 às 13h31
Cupom Local
9 Espetaria
Lançoni
Atlanta Pneus
Porto Camargo
Gastro Umuarama

A Polícia Civil de Umuarama informou que nesta sexta-feira (17), foi preso Alex Barrim de Oliveira, o segundo homem suspeito de envolvimento com o latrocínio que aconteceu no Jardim Imperial I, em Umuarama, no dia 2 de março deste ano. Ele foi encontrado em Vilhena, no estado de Rondônia.

De acordo com o delegado Dr. Leonardo Martinez, a ação aconteceu em conjunto com o setor de Inteligência da 7ª Subdivisão Policial (SDP) e da Polícia Militar (PM) de Vilhena, que identificou que o homem estava abrigado no município.

O suspeito foi capturado e segue à disposição da Justiça. Veja abaixo o vídeo onde o Dr. Leonardo falou sobre a situação:

Segunda prisão

De acordo com o Delegado Leonardo Martinez, a investigação sobre o latrocínio foi concluída e identificou os dois suspeitos, sendo que um deles já se encontra preso desde o dia 6 de maio. Desde o dia dos crime a Polícia Civil coletou e produziu uma série de elementos e provas, judicialmente autorizadas.

Tais elementos possibilitaram que a Autoridade Policial representasse ao Poder Judiciário pela prisão preventiva de um homem de 23 anos de idade, sem anotações criminais, residente e domiciliado na cidade de Umuarama.

O latrocínio

O crime, pelo apurado, foi praticado por duas pessoas. Na ocasião, ainda na noite do 1º de março (sexta-feira) os autores violaram o domicílio da vítima e fizeram uma verdadeira devassa no local, consumindo alimentos e bebidas da casa, revirando todo o imóvel.

A vítima teve seu corpo totalmente amarrado a uma cadeira, com cordas. Com o encosto da cadeira no chão do quarto, os autores amarraram o pescoço da vítima à base de sustentação de uma cama, utilizando um cinto da própria vítima. Ele ainda foi amordaçado e teve seu rosto totalmente coberto por panos e sacolas plásticas. A Polícia Científica concluiu que a vítima foi morta asfixiada.

Após esses atos, os autores se retiraram da casa, subtraindo um veículo Van M.Benz Sprinter de cor prata, entre outros objetos (televisão, celular, notebook), tendo-a transportado até o Paraguai. A Van foi recuperada na mesma manhã numa estrada que liga o Departamento de Canindeyú-PY (Paraguai) com o município de Japorã-MS, pela Polícia Civil de Mundo Novo/MS.

A Polícia Civil, após a prisão de J.V.R.W., prosseguiu nas diligências e identificou o segundo autor como sendo a pessoa de Alex Barrim de Oliveira, 22 anos idade, para o qual a Autoridade Policial representou por sua prisão preventiva, o que foi decretado pelo Poder Judiciário com manifestação favorável do Ministério Público.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Uvel
Porto Camargo
Pós Unialfa