Fotos: Assessoria PMU

Jabuticabeiras tem o maior índice de infestação do mosquito da dengue; São Cristóvão fica em 2º lugar

No índice geral, Umuarama fica classificada com 0,8%, indicando baixo risco de infestação

Redação Publisher do OBemdito
Fotos: Assessoria PMU
Jabuticabeiras tem o maior índice de infestação do mosquito da dengue; São Cristóvão fica em 2º lugar
Redação
OBemdito
13 de maio de 2024 17h38

A Vigilância em Saúde Ambiental acaba de divulgar o 3º LIRAa (Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti), estudo que apresenta o Índice de Infestação Predial (IIP) no município de Umuarama. Três bairros estão em estado que supera em muito o nível de classificação ‘Alto Risco’, indicado pelo Ministério da Saúde (que é de 4%): o Parque das Jabuticabeiras, com 12,5%, o Jardim São Cristóvão, com 6,7% e o Parque Danielle, com 6,3%.

O secretário municipal de Saúde, Edson dos Santos Souza, explica que o índice de 12,5 atingido no Parque das Jabuticabeiras, indica que de cada 100 casas existentes no bairro, em mais de 12 delas foram encontrados focos do mosquito Aedes aegypti, que causa a dengue, a febre chikungunya e o zyka vírus, entre outras doenças. “É um número realmente assustador, alarmante. A tabela de classificação de risco é assim: inferior a 1%: baixo risco; de 1% a 3,9%: médio risco, superior a 4%: alto risco”, revela.

O levantamento foi realizado em 62 localidades e em 49 delas (79%) o IIP foi de zero. “Das 13 outras localidades com focos, 3 estão classificadas como de alto risco (Jabuticabeiras, São Cristóvão e Danielle) e 10 de médio risco (Verde Vale, Escola Vinícius de Moraes, Igreja São Paulo, Casa da Amizade, Jardim Colorado, Jardim Panorama, Jardim Vila Rica, Parque Bonfim, Jardim Alto da Glória e Parque Belo Monte”, relata o secretário.

A Secretaria também realiza o levantamento considerando os resultados por unidades de saúde e, da mesma forma, a do Jabuticabeiras está extremamente acima das outras UBS, com índice de 8,6%, em segundo lugar ficou do São Cristóvão – Cohapar II, com 2,6%, em terceiro lugar vem o Parque 1° de Maio, com 1,7%, em quarto lugar o Vitória Régia, com 1,5% e em quinto lugar a unidade Guarani – Anchieta, com 1,1%.

Também foram identificados focos nas UBSs Parque Industrial, com 1%, o Centro de Saúde Escola (Unipar sede) e o Jardim Panorama, com 0,7% cada, e o Cidade Alta, com 0,4%. “Nove UBS ficaram com índice zero: San Remo, Lisboa, Jardim União – Cohapar I, Sonho Meu, Ouro Branco, Jardim Cruzeiro – Cohapar III, Posto Central, 26 de Junho e Bem-Estar”, descreve.

AÇÕES IMEDIATAS

O bairro Parque das Jabuticabeiras é dividido em dois setores: um, chamado Jabuticabeiras, que inclui o bairro Parque Nova Esperança (antes conhecido como Sete Alqueires), e outro, chamado Escola Vinícius de Morais, que engloba a região sul daquela localidade. Segundo a coordenadora da Vigilância Sanitária Ambiental, Taila Biaca Crivelaro, será realizada uma força-tarefa para vistoriar, orientar, fiscalizar e eliminar possíveis focos do mosquito Aesdes aegypti.

Porém, a coordenadora frisa que o trabalho dos Agentes Comunitárias de Endemias (ACE) vão realizar as visitas domiciliares e vistoria de depósitos em todo o perímetro do bairro, em terrenos baldios, inclusive em estabelecimentos comerciais, buscando por focos, inspecionando caixas d’água, calhas e detalhados – sempre com o objetivo de prevenir e controlar a doença.

“Não haverá arrastão. Não haverá coleta de materiais inservíveis. A população deve saber que nossos 60 agentes vão realizar apenas um forte trabalho para reduzir os focos do mosquito”, esclarece Taila.

A operação será na próxima sexta-feira (17), a partir das 8h. “Vamos dividir as equipes e sair a campo, sem deixar um imóvel sequer sem ser vistoriado. Por isso pedimos o apoio dos moradores para que colaborem com os agentes, que os receba e permitam que eles realizem o trabalho de vistoria. Eles estarão uniformizados e devidamente identificados com o crachá funcional. A dengue mata, nunca é demais frisarmos isso: ela é uma doença gravíssima que pode agravar-se e levar o paciente a óbito”, registra.

ÍNDICE DE INFESTAÇÃO PREDIAL – AEDES AEGYPTI – POR LOCALIDADE

BAIRRO/LOCALÍNDICE (%)
Parque das Jabuticabeiras – Setor 112,5
Jardim São Cristóvão6,7
Parque Danielle6,3
Jardim Verde Vale3,8
Escola Vinícius de Moraes (Jabuticabeiras – Setor 2)3,8
Igreja São Paulo (Anchieta)3,8
Casa da Amizade (Lar Rotary – Jardim dos Príncipes3,3
Jardim Colorado (próximo Danielle)3,2
Jardim Panorama2,9
Jardim Vila Rica (próx. Harmonia Clube de Campo)2,7
Parque Bonfim1,9
Jardim Alto da Glória (próx. Parque Industrial)1,9
Parque Belo Monte1,8

(Reportagem: Assessoria PMU)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.