Lançoni
Sicred
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Umuarama 69 anos
Pelo menos esta semana, cidade está livre das ondas de calor causadas por fenômeno climático (FOTO: OBEMDITO)
Leonardo Revesso Publisher do OBemdito

Sem previsão de chuva, terça-feira deve ter mínima de 19 graus em Umuarama

Meteorologista diz que inverno será típico este ano na região, com mais frio que no ano passado

Pelo menos esta semana, cidade está livre das ondas de calor causadas por fenômeno climático (FOTO: OBEMDITO)
Sem previsão de chuva, terça-feira deve ter mínima de 19 graus em Umuarama
Leonardo Revesso - OBemdito
Publicado em 13 de maio de 2024 às 13h26 - Modificado em 13 de maio de 2024 às 15h33
9 Espetaria
Atlanta Pneus
Porto Camargo
Gastro Umuarama
Lançoni
Cupom Local

O avanço de uma frente fria pelo Sul do País aumenta a instabilidade e a condição para chuvas também no Paraná. Entre o oeste, sudoeste e centro-sul chove várias vezes ao longo do dia, com gradual avanço para os demais setores durante a segunda-feira. É baixo o risco de tempestades. Entre o noroeste, norte e o leste paranaense, ainda esquenta e faz um pouco de calor. A possibilidade de chuva aqui na região é pequena.

Uma massa de ar mais frio avança pelo Sul do País nesta terça-feira (14), e por isso as temperaturas ficam amenas em todo o Estado. Desta forma o calor registrado nos últimos dias não deve se repetir. Mas isso não quer dizer que se trata de uma despedida. Umuarama deve ter mínima de 19 graus e máxima de 21 graus amanhã (terça). É o frio chegando de mansinho.

As madrugas e as manhãs seguem mais frias pelo menos até a próxima sexta-feira, com mínimas entre 17 e 20 graus (sim, pode tirar as roupas de meia estação do armário), mas as tardes se manterão mais quentes, na beira dos 30 graus, podendo chegar a 33 graus, como previsto para a sexta-feira.

Inverno 2024 deve ser típico no noroeste do Paraná 

O inverno, que inicia oficialmente no dia 21 de junho e termina em 23 de setembro, deve ser típico no noroeste do Paraná, onde está Umuarama. Se no ano passado o frio não foi tão intenso, o mesmo não se pode prever para 2024, de acordo com análise dos meteorologistas. 

Reinaldo Kneib, do Simepar, explica que a estação em 2023 foi diferente por conta de um fenômeno que estava atuando no Estado. Esse fenômeno agora já está se dissipando, por isso espera-se que as temperaturas sejam diferentes este ano.

“O inverno foi quente ano passado. Tivemos a atuação do fenômeno El Niño, que favorece com que haja uma diminuição do predomínio das entradas de ar frio que são comuns no inverno. Esse ano, o fenômeno está se dissipando e a tendência é não estar mais atuando no inverno. Vamos ter um período de neutralidade, nos próximos meses, e depois a formação do evento La Niña que pode favorecer, no final da estação ou na primavera, algum frio tardio”, disse o meteorologista, em entrevista à Banda B. 

Mas, calma. Para quem já começa a sentir dor nos ossos só de lembrar daquele frio congelante, Kneib disse que o inverno no Paraná seguirá um padrão de inverno e que não será o “mais rigoroso” dos últimos anos. 

“O inverno de 2024 a gente espera que seja normal. Em relação ao ano passado, com certeza vamos ter registros de mais ondas de ar frio e geadas. Serão mais períodos frios do que períodos quentes como a gente observou no ano passado”, destacou Reinaldo Kneib.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Pós Unialfa
Uvel
Porto Camargo