Umuarama 69 anos
Sicred
Lançoni
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Fotos: PMU
Redação Publisher do OBemdito

Umuarama: crianças se tornam aliadas no combate à dengue através de teatro de fantoches

A equipe de Educação em Saúde do Serviço de Vigilância Ambiental de Umuarama retomou em abril o cronograma de apresentações […]

Fotos: PMU
Umuarama: crianças se tornam aliadas no combate à dengue através de teatro de fantoches
Redação - OBemdito
Publicado em 2 de maio de 2024 às 18h19 - Modificado em 2 de maio de 2024 às 18h22
Gastro Umuarama
Porto Camargo
Lançoni
Cupom Local
9 Espetaria
Atlanta Pneus

A equipe de Educação em Saúde do Serviço de Vigilância Ambiental de Umuarama retomou em abril o cronograma de apresentações culturais nas escolas municipais, visando orientar as crianças para reforçar o combate à dengue.

De forma lúdica e divertida, a formação tem produzido bons resultados nos últimos anos e perto de 15 mil crianças prestigiaram o teatro educacional. Bem orientados, os alunos cobram ações dos pais na rotina de casa e se tornam aliados importantes no enfrentamento ao mosquito transmissor da doença.

“O município está nas escolas apresentando o teatro de fantoches com intuito de chamar a atenção dos alunos no combate a dengue. Visitaremos as 23 escolas do município com a equipe de Educação em Saúde”, informou a coordenadora da Vigilância Ambiental, Taila Biaca Crivelaro.

Nesta temporada, o foco é como cuidar do quintal para evitar os criadores do mosquito. Duas agentes de combate a endemias utilizam fantoches, fantasias e muita criatividade para atrair a atenção das crianças e conquistar o seu apoio para a luta contra o mosquito.

O cronograma deste ano foi iniciado em 1º de abril e desde então já foram visitadas as escolas municipais Evangélica, Cândido Portinari, Jardim União, Malba Tahan, Manuel Bandeira, Ouro Branco, Padre José de Anchieta, Paulo Freire, Analides de Oliveira Caruso, Rui Barbosa, São Cristóvão, São Francisco de Assis, Sebastião de Matos e no último dia 30 a Escola Souza Naves.

A próxima da programação é a Escola Tempo Integral, na segunda-feira, 6, e depois a Vinícius de Morais, Dr. Ângelo Moreira da Fonseca, Germano Norberto Rudner, Benjamin Constant, Carlos Gomes, Serra dos Dourados, Papa Pio XII e por fim a Maria Augusta Amaral Picelli, com encerramento previsto para 27 de maio.

No ano passado o foco foi como evitar acidentes com animais peçonhentos. “O projeto trabalha em campanhas, com cada tema sendo apresentado por etapa em todas as escolas municipais graças a uma parceria entre as secretarias municipais de Saúde, por meio da Vigilância Ambiental, e de Educação”, explica a agente de endemias Ana Paula da Silva Paixão Feldhaus, parceira da agente Francielle Cristina do Nascimento Paulino na iniciativa.

“Nosso objetivo é orientar as crianças sobre temas importantes, como dengue, covid, animais peçonhentos e vacinação, tudo colocado de maneira lúdica para melhor compreensão”, acrescenta. São as próprias agentes que confeccionam os bonecos (fantoches e marionetes), desenvolvem os textos, produzem o cenário, narram e apresentam as orientações em forma de histórias infantis, com muita música (paródias) e em completa interação com a plateia.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Pós Unialfa
Porto Camargo
Uvel