Umuarama 69 anos
Lançoni
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Sicred
Vacinação. Foto: Venilton Küchler
Redação Publisher do OBemdito

Município antecipa ações de vacinação contra poliomielite e espera bater meta

A Secretaria Municipal de Saúde está antecipando a estratégia de vacinação da população contra a paralisia infantil neste ano. A […]

Vacinação. Foto: Venilton Küchler
Município antecipa ações de vacinação contra poliomielite e espera bater meta
Redação - OBemdito
Publicado em 1 de maio de 2024 às 08h46 - Modificado em 1 de maio de 2024 às 08h46
Lançoni
Cupom Local
Porto Camargo
Atlanta Pneus
Gastro Umuarama
9 Espetaria

A Secretaria Municipal de Saúde está antecipando a estratégia de vacinação da população contra a paralisia infantil neste ano. A campanha nacional será realizada de 27 de maio a 14 de junho, com o ‘Dia D’ no próximo 8 de junho.

Porém, em parceria com o Rotary Internacional, o município já promoveu a imunização das crianças no último domingo (28), durante a corrida pedestre Run for Polio, promovido pelo Rotaract Club e Umuarama Xetás.

“Essa ação da Secretaria Municipal da Saúde antecipa o nosso planejamento para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, que começa oficialmente no dia 27 de maio. Queremos atingir a meta de vacinação neste ano e fazer a nossa parte na estratégia que será coordenada em todo o país pelo Departamento do Programa Nacional de Imunizações (DPNI), em parceria com os Estados e municípios”, disse a coordenadora da Vigilância em Saúde, Maristela de Azevedo Ribeiro.

Além da imunização contra a polio, o DPNI fará o monitoramento das estratégias de vacinação contra o sarampo. A campanha nacional tem como objetivo conter o risco de reintrodução do poliovírus, manter o país livre da doença, empreender esforços para a erradicação, oportunizar o acesso às vacinas, reduzir os bolsões de não vacinados e aumentar as coberturas vacinais.

Com a campanha, o governo reafirma o compromisso internacional assumido de manter o país livre da doença com o alcance de altas e homogêneas coberturas vacinais. A doença está em processo de erradicação – o último caso no Brasil ocorreu em 1989 – e em 1994 o país recebeu a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem.

No entanto, em 2023 o país foi classificado como de alto risco para reintrodução do poliovírus selvagem pela Comissão Regional para a Certificação da Erradicação da Poliomielite na Região das Américas (RCC), devido ao baixo desempenho das coberturas vacinais e indicadores de vigilância epidemiológica nacional.

(Assessoria PMU)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Pós Unialfa
Porto Camargo
Uvel