Foto: Danilo Martins/OBemdito

Pimentel diz que ainda não definiu vice: ‘Tem que ser pessoa humilde, simples e honesta’

"Eu ainda não tenho esse nome", disse o pré-candidato em visita à redação do "OBemdito'

Rodrigo Mello Publisher do OBemdito
Pimentel diz que ainda não definiu vice: ‘Tem que ser pessoa humilde, simples e honesta’
Rodrigo Mello
OBemdito
18 de abril de 2024 19h27

O vice-prefeito Hermes Pimentel concedeu entrevista ao OBemdito nesta quinta-feira (18), na condição de pré-candidato a prefeito. Ele falou sobre o tempo em que esteve à frente da prefeitura de Umuarama e detalhou algumas propostas que pretende implantar se for eleito para comandar o município na próxima eleição.

Atualmente no PP (Progressistas), Pimentel vem construindo uma aliança política para fortalecer sua candidatura. Além do Cidadania, que já havia anunciado apoio, também estão no grupo os partidos Podemos, Avante, PRTB e PSB, segundo o pré-candidato.

De acordo com ele, além de buscar outros partidos para fortalecer a aliança política, agora o grupo trabalha para definir quem será o vice. “Eu não tenho esse nome ainda. Quem for meu vice-prefeito primeiro tem que ser humilde, simples e depois precisa ser uma pessoa honesta”, finalizou.

A definição do candidato a vice precisa ser tomada até o dia 5 de agosto, prazo máximo, de acordo com o calendário eleitoral de 2024, para a realização das convenções partidárias. Definidas as candidaturas, as agremiações têm até 15 de agosto para registrar os nomes na Justiça Eleitoral.

Gastos com pessoal

Hermes Pimentel assumiu a Prefeitura de Umuarama no dia 16 de setembro de 2021. No período em que esteve à frente do Executivo, elevou os gastos públicos com investimentos em pessoal e obras. Em julho de 2023, quando deixou o comando da Prefeitura, foi acusado de ter deixado dívidas que comprometiam o orçamento municipal.

“Na minha gestão, eu gastei o que tinha para gastar, o que não tinha, não gastei. Fiz grande investimento e isso a população poderá ver lá na frente o resultado. Essa questão da dívida que ficou, ficou uma dívida mesmo. Nós deixamos um valor de mais de 70 milhões em caixa para investimento. Falaram que eu tinha deixado dívida para me derrubar politicamente”, afirmou.

Orçamento de quase R$ 1 bilhão

Durante a entrevista, também disse estar preparado para assumir novamente o comando do município e detalhou como pretende administrar o orçamento previsto para 2025, que deve chegar perto de R$ 1 bilhão.

“A prioridade é a saúde, educação e também lazer. Voltando para a prefeitura, com certeza vamos dar continuidade ao trabalho que fizemos durante 21 meses, um trabalho que foi essencial em todos os aspectos. Tivemos principalmente melhorias consideráveis na saúde, educação e agricultura e, principalmente, a valorização dos nossos servidores, que é quem de fato faz o trabalho”.

‘Novelas’

Além disso, o atual vice-prefeito comentou como deverá lidar com algumas “novelas” que se arrastam há algum tempo, entre elas a questão do estacionamento rotativo, e pontuou os investimentos necessários na área de infraestrutura que, ao ser ver, precisam ser feitos por conta da previsão de crescimento que a cidade poderá ter com a instalação da ZPE (Zona de Processamento de Exportação).

“A área que foi definida é próxima a Maria Helena. Hoje temos as primeiras empresas já com intenção de se estabelecer ali. Ela deve ser uma região que deve demandar muitos serviços. Nós já temos projetos de infraestrutura na área de educação e saúde para aquele local. Com certeza o próximo governo vai ter que pensar muito em criar alternativas para a área de saúde, lazer e até habitacional, além de creches para as famílias”, destacou.

Histórico

Hermes Pimentel da Silva 52 anos, é casado e tem uma filha. Empresário há 18 anos, é proprietário de três supermercados e sócio de uma empresa de construção, a G5 Pimentel Loteamentos.

Foi vereador de 2009 até 2012 e suplente entre 2013 até 2016 e é o atual vice-prefeito, cargo que ocupou também na primeira gestão de Celso Pozzobom (2017/2020). Além de vice, assumiu o município durante o afastamento de Pozzobom, por denúncias de corrupção, no período de 16 de setembro de 2021 a 2 de julho de 2023.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.