Sicred
Umuarama 69 anos
Lançoni
Instituto Nossa Senhora Aparecida
Redação Publisher do OBemdito

‘Provas suficientes’; ‘inocente no banco dos réus’: veja o que dizem as partes do caso Jean Michel

Chegaram, pouco antes das 9h da manhã desta quinta-feira (29), as partes responsáveis pela acusação e defesa de Jean Michel, […]

Fotos: Reprodução/Danilo Martins/OBemdito
Fotos: Reprodução/Danilo Martins/OBemdito
‘Provas suficientes’; ‘inocente no banco dos réus’: veja o que dizem as partes do caso Jean Michel
Redação - OBemdito
Publicado em 29 de fevereiro de 2024 às 09h30 - Modificado em 29 de fevereiro de 2024 às 11h15
Lançoni
Cupom Local
9 Espetaria
Gastro Umuarama
Atlanta Pneus
Porto Camargo

Chegaram, pouco antes das 9h da manhã desta quinta-feira (29), as partes responsáveis pela acusação e defesa de Jean Michel, no Tribunal do Júri da Comarca de Umuarama. Em frente ao Fórum, tanto o promotor de Justiça Marco Felipe Torres Castello, representando o Ministério Público, quanto o advogado de Jean Michel, Adriano Bretas, destacaram à imprensa suas percepções sobre o caso.

Para o promotor Marco Felipe Castello, o Ministério Público concluiu que as provas que foram apresentadas durante o caso são suficientes para que haja uma condenação de Jean Michel. O promotor também destacou que a sociedade e a família das vítimas esperam que justiça aconteça. Veja abaixo:

Já para o advogado contratado por Jean Michel, Adriano Bretas, as provas não só não são inconclusivas, como a investigação como um todo foi apressada em tentar encontrar um culpado. Ele também afirmou que Jean Michel é um “inocente sentado no banco dos réus”. Assista:

Jean Michel é acusado pelo Ministério Público de ter cometido três homicídios qualificados, sendo as vítimas sua esposa Jaqueline Soares, de 39 anos; e os pais Helena Marra, 59, e Antônio Soares dos Santos, 65 anos. Todos foram mortos com golpes de faca e seus corpos foram encontrados no dia 9 de agosto de 2021.

Jean Michel foi preso após a polícia rastrear seu telefone. A princípio, o crime pode ter sido motivado por desentendimentos familiares.

Por volta das 8h30 desta quinta-feira, Michel foi trazido ao Fórum pela Polícia Penal do Complexo Médico em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, onde estava detido.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

Uvel
Porto Camargo