Foto: Rogério Vidmandas/Prefeitura de Dourados

Paraná

Paraná fica de fora da primeira remessa de distribuição de vacina contra a dengue

Foto: Rogério Vidmandas/Prefeitura de Dourados
Paraná fica de fora da primeira remessa de distribuição de vacina contra a dengue
Redação
OBemdito
9 de fevereiro de 2024 20h11

A Secretaria de Estado de Saúde confirmou que o Paraná ficou de fora da primeira remessa de distribuição das vacinas contra a dengue e que o Ministério da Saúde também não confirmou uma data para vacinar a população. Em reunião virtual nesta sexta-feira (9), a o Ministério da Saúde estimou que as doses devem chegar ao Estado em meados de agosto, porém não há uma data oficializada.

“A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) reforça que o Paraná está preparado para iniciar a vacinação, tão logo os imunizantes sejam disponibilizados pelo Ministério da Saúde. A pasta ressalta, ainda, que a principal ferramenta de enfrentamento da doença, neste momento, é a eliminação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti”, relatou a Sesa, em nota, ao portal RIC.

O lote inicial dos imunizantes, composto de 712 mil doses, serão destinadas para 315 municípios do Distrito Federal, Goiás, Bahia, Acres, Paraíba, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Amazonas, São Paulo e Maranhão. Goiás e o Distrito Federal já receberam as primeiras remessas na quinta-feira (8).

Em seu último boletim, enviado na terça-feira (6), a Sesa revelou um aumento de 915,4% no número de casos da doença no Paraná, comparado ao ano anterior. No período epidemiológico, foram confirmados 93.637 casos em 2023/2024. Já em 2022/2023, foram 41.624.

Na região de Umuarama, houve um óbito pela doença no início de janeiro. A vítima era de Mariluz, o que levou o prefeito a declarar estado de calamidade no município.

(Redação, com informações Ric Mais)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.
<