Foto: Assessoria

Política

Em Brasília, Pozzobom pede apoio do presidente Geraldo Alckmin para aprovar ZPE

Foto: Assessoria
Em Brasília, Pozzobom pede apoio do presidente Geraldo Alckmin para aprovar ZPE
Redação
OBemdito
29 de novembro de 2023 18h27

O prefeito Celso Pozzobom e o secretário de Indústria, Comércio e Inovação, Junior Ceranto, foram recebidos pelo presidente da República em exercício, Geraldo Alckmin, nesta quarta-feira (29), em Brasília. Na sua segunda audiência com o presidente, Pozzobom tratou sobre o desenvolvimento de Umuarama e a região Noroeste do Paraná, especialmente a instalação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE), em andamento no governo federal.

A visita contou com a presença do deputado federal Zeca Dirceu, do reitor da Universidade Paranaense (Unipar), Carlos Eduardo Garcia, e da comissão técnica da Fênix Empreendimentos, responsável pela implantação da ZPE. “Solicitamos essa audiência por meio do deputado Zeca e o presidente Geraldo Alckmin foi muito solícito. Ele confirmou seu apoio e colocou a aprovação da nossa ZPE entre suas prioridades mais imediatas”, destacou Pozzobom.

O secretário Junior Ceranto reforçou que a implantação da zona de exportação de Umuarama está na dependência da aprovação, por parte do governo federal, do processo que segue em análise no Conselho Nacional das ZPEs, a principal instância decisória da Política Nacional das Zonas de Processamento de Exportação.

“O que foi tratado ali, em conjunto com o deputado Zeca e a equipe da Fênix Empreendimentos, foi mostrar ao presidente as necessidades do nosso município e região, e de que forma a ZPE impactará o desenvolvimento da economia regional. Mostramos a ele a importância de um canal de comércio exterior para a região, a geração de empregos, de tecnologia e de riquezas, o papel que ela terá no progresso do Noroeste e de todo o Estado do Paraná”, afirmou o secretário.

Umuarama é a primeira cidade do país com ZPE totalmente privada (outra em Fortaleza-CE tem administração mista). O projeto prevê a criação de uma zona de livre comércio atuando como um condomínio de empresas, com produção voltada ao mercado internacional, aproveitando as isenções fiscais concedidas pelos governos federal, estadual e municipal, em suas competências tributárias.

O perímetro da ZPE está definido: são 80 alqueires às margens da PR-482 (que liga a Maria Helena), com áreas de livre circulação de pessoas e veículos e outras restritas, controladas pela Receita Federal por meio de recinto alfandegário.

“Os produtos que entram e saem na área de controle aduaneiro são fiscalizados para garantir o cumprimento da legislação de incentivos fiscais que beneficiam os empreendimentos industriais, gerando empregos e riquezas para a região por meio da atividade industrial e das exportações”, detalha o diretor de Indústria e Comércio, Paulo Leon Baraniuk.

Pozzobom lembrou que, com o advento da ZPE, Umuarama ganhará um grande parque industrial para processamento de produtos de exportação com isenção de impostos, que facilitará também a importação de máquinas e insumos para o desenvolvimento da indústria regional.

Todos os produtos processados aqui serão exportados com isenção tributária, algo que vai realmente atrair empresas para a cidade. “A instalação da ZPE é um fato que mudará os rumos da economia de Umuarama, um passo significativo em direção à transformação do futuro de toda a região, e que tem o apoio do presidente Geraldo Alckmin”, completou o prefeito.

(Assessoria PMU)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.
<