Fotos: Acervo Italo Fábio Casciola

Há 20 anos Umuarama assistiu à construção de um gigante em plena Avenida Paraná

Era o Edifício Burle Marx que pontifica num cartão postal, a Praça Miguel Rossafa

Ítalo Fábio Casciola Publisher do OBemdito
Fotos: Acervo Italo Fábio Casciola
Há 20 anos Umuarama assistiu à construção de um gigante em plena Avenida Paraná
Ítalo Fábio Casciola
OBemdito
29 de outubro de 2023 16h52

Um dos principais motivos que faz de Umuarama um dos mais importantes polos econômicos do Paraná é o setor da construção civil. Quem vive aqui ou aqueles que visitam a Capital da Amizade ficam impressionados com a geografia urbana da área central pontilhada de altos edifícios residenciais, edificados por construtoras daqui mesmo, com a mais alta tecnologia e projetados com o que há de mais moderno na arquitetura da atualidade.

Mas foi na década de 1990 que os prédios altos se multiplicaram, espalhando-se inclusive por diversos bairros. E, como já era esperado, esse ritmo prosseguiu em ritmo acelerado. Outros edifícios, cada vez mais altos, estavam em construção e o lançamento de outros já eram anunciados na época.

O GIGANTE VIROU CARTÃO POSTAL!

Mas um ‘arranha-céu’ já tinha lugar garantido na história da engenharia e da arquitetura em nossa urbe: o Residencial e Centro Comercial Burle Marx. Especialmente por ter sido construído num dos pontos mais altos e movimentados do centro urbano, a Praça Miguel Rossafa.

O Burle Marx tem 20 pavimentos, mais subsolo e cobertura, com 64 apartamentos e 33 salas comerciais totalizando 10.763,76m². A construção teve início no dia 28 de agosto de 2003 e foi concluída no dia 15 de fevereiro de 2007. A obra é uma marca registrada da Construtora Morena, que mostrou seu poder de realização executando esse mega projeto que orgulha a Capital da Amizade – e outros que vieram depois até a atualidade.

Fotos: Acervo Italo Fábio Casciola

PAISAGENS INCRÍVEIS!

A maioria da população admira o Burle Marx, pois ele faz parte do cotidiano de todos que transitam pelo centro seguindo para o trabalho ou para a escola. Ou para quem chega ou sai de Umuarama, uma vez que ele está situado num ponto que faz ligação com diversas saídas para rodovias regionais e a estadual PR 323. Não há quem não mire para o alto e admire o seu porte.

Mas ver a cidade lá de cima é um privilégio apenas de seus moradores. Admirar a Capital da Amizade lá do topo do edifício é simplesmente emocionante, um espetáculo de grandeza reunindo tudo o que a nossa cidade tem de mais belo. (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

Fotos: Acervo Italo Fábio Casciola
Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.