Cotidiano

Posto da PRE de Cruzeiro do Oeste funciona normalmente após operação Força e Honra

Policiais de outros postos foram realocados para que não houvesse suspensão no atendimento

Foto: Danilo Martins/OBemdito
Posto da PRE de Cruzeiro do Oeste funciona normalmente após operação Força e Honra
Redação
OBemdito
15 de julho de 2021 08h07

O posto da Polícia Rodoviária de Cruzeiro do Oeste está com atendimento normalizado nesta quinta-feira (15) após a deflagração da operação Força e Honra, que prendeu todo efetivo do local, na quarta-feira (14).

Policiais de outros postos foram realocados em Cruzeiro do Oeste, que é considerado ponto estratégico na rodovia PR-323. No último plantão não houve registro de nenhum acidente no trecho que é policiado pela PRE de Cruzeiro.

FORÇA E HONRA

A operação foi deflagrada pelo Ministério Público, Gaeco, Gepatria e Corregedoria da Polícia Militar do Paraná.

Foram cumpridos 15 mandados de prisão preventiva, 54 mandados de busca e apreensão e 27 medidas cautelares de suspensão do exercício da função. Entre os presos estão 14 policiais rodoviários estaduais, entre eles o ex-comandante do posto da PRE de Cruzeiro, Subtenente Eliseu Melo, e um vereador de Campo Mourão.

De acordo com o MPPR é investigado principalmente o possível recebimento sistemático de propinas por parte de policiais rodoviários estaduais para permitir a passagem de veículos transportando mercadorias de origem estrangeira sem o devido pagamento de tributos (descaminho) e, em outros casos, para facilitação do tráfico de drogas.

Eventualmente, os policiais investigados liberariam infratores que não acertavam o pagamento de propina depois de ficar com parte dos produtos, revendidos depois para empresas especializadas em comércios de equipamentos eletrônicos e outras.

Em muitas situações os boletins de ocorrência eram registrados de modo genérico para facilitar a apropriação das mercadorias apreendidas.

Relembre aqui.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

LEIA TAMBÉM