Paraná

Secretário de Agricultura de Cruzeiro do Oeste ofende funcionários públicos e sindicato emite nota

Ele disse que é mais barato a Prefeitura pagar empresas que os servidores

DCIM100MEDIADJI_0011.JPG
Secretário de Agricultura de Cruzeiro do Oeste ofende funcionários públicos e sindicato emite nota
Redação
OBemdito
2 de julho de 2021 21h30

Um áudio amplamente repercutido nas redes sociais resultou na emissão de uma nota de repúdio divulgada pelo Sindicato dos Servidores Públicos de Cruzeiro do Oeste (Sispuco).

O áudio é atribuído ao secretário de Agricultura do município, Edelcio Dechiche, que ofende os servidores e diz que é mais barato contratar empresas (ouça abaixo).

O sindicato repudiou as declarações e em nota mencionou que “tal declaração não se coadumam (sic) com a verdade, mostrando apenas um amplo desconhecimento do tema, uma vez que os servidores públicos municipais sempre cumprem suas obrigações” (leia a íntegra no fim da reportagem).

O documento é assinado pelo presidente do sindicato Paulo Roberto Ziroldo, que a OBemdito disse que o repúdio se refere apenas à fala do secretário.

OBemdito procurou o setor de comunicação da Prefeitura de Cruzeiro do Oeste, que informou não ter nenhum posicionamento sobre o assunto até o momento. O secretário não estava na secretaria nesta tarde de sexta-feira (02) porque tinha compromisso em Umuarama. Ele não atendeu às ligações no celular. O espaço está aberto para eventual manifestação.

Atualização

Nesta segunda-feira (05) o secretário a reportagem recebeu uma nota que “acerca do caso dizendo que o qual se trata de uma conversa privada e de teor acalorado por se tratar de uma discussão, encaminhado e disseminado sem seu consentimento ou autorização”.

O titular da pasta ainda esclareceu que tem “respeito e admiração pelos servidores que atuam dentro da Secretaria. E minha expressão não se refere a todos os servidores, mas sim a uma minoria dentro do quadro geral, que assim como em qualquer empresa ou órgão público, não desempenham suas funções de forma adequada, organizada, respeitosa e conforme as demandas e necessidades requeridas, dificultando a prestação do serviço que devemos oferecer a nossa população. Fica meu sincero pedido de desculpas a aqueles que de alguma forma se sentiram ofendidos”

Embora funcionários da Agricultura tenham dito à reportagem que Dechiche estava em Umuarama, na nota ele corrigiu a informação dizendo que “na verdade estava a trabalho, mas no Bairro de São Silvestre, localidade rural do município, onde o sinal de celular é instável”.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

LEIA TAMBÉM