Paraná

Cruzeiro do Oeste: Família faz campanha on-line para arrecadar dinheiro para tratamento de criança de 5 anos com paralisia motora

Por conta da doença, a pequena menina precisa fazer uma aplicação de botox nas pernas e nos pés para conseguir relaxar a musculatura

FOTO: Arquivo Pessoal
Cruzeiro do Oeste: Família faz campanha on-line para arrecadar dinheiro para tratamento de criança de 5 anos com paralisia motora
Redação
OBemdito
27 de junho de 2021 09h38

Anna Beatriz Alves Marques, moradora de Cruzeiro do Oeste, tem apenas 5 anos e sofre de uma paralisia motora.  Por conta da doença, a pequena menina precisa fazer uma aplicação de botox nas pernas e nos pés para conseguir relaxar a musculatura e aliviar as dores. O tratamento tem custo alto e por isso, os pais criaram uma vaquinha virtual para arrecadar dinheiro para custear o procedimento médico.

“Eu não estou trabalhando desde que minha filha ficou assim. Esse procedimento tem que ser feito em hospital e o neurologista disse que a aplicação custa em média R$ 5 mil reais”, disse a mãe Ana Paula Alves Marques.

Anna Beatriz era uma bebê saudável, mas em 2017 engasgou com um pedaço de carne. À época do acidente, ela foi hospitalizada em Umuarama recebeu todos os tratamentos necessários e depois foi levado para um hospital especializado em Curitiba. Na transferência para a Capital do Estado, e sofreu uma parada cardiorrespiratória de 20 minutos, e por causa desta parada, a menina teve uma paralisia cerebral que afetou toda a coordenação motora e rompimento dos pulmões por causa das manobras de reanimação. Foram quase 34 dias internada no Hospital Pequeno Príncipe.

“O engasgou desencadeou grande sequelas na minha pequena. Ela não caminha e precisa usar uma cadeira de rodas adaptada. Além disso a alimentação é tudo por sonda”, lembrou a mãe.

Ana Paula precisou dedicar-se a vida exclusivamente a sua menina e por isso não consegue trabalhar fora. O marido é autônomo. O casal tem dois filhos. “Como não conseguimos manter esse tratamento eu criei a vaquinha virtual e qualquer valor pode ser doado”, enfatizou.

As doações podem ser feitas diretamente pelo link da vaquinha. Todo e qualquer valor é aceito. “Estamos tentando amenizar o sofrimento da Anna Beatriz com essa aplicação e por isso fazemos um apelo para quem puder nos ajudar”, finalizou a mãe.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.

LEIA TAMBÉM