Umuarama

Regiões do Guarani e Anchieta são as que mais registraram casos de dengue em Umuarama

Estão em situação de alerta as regiões do Sonho Meu, Jardim União, 26 de Junho etc.

Foto: Agência Estadual de Notícias
Regiões do Guarani e Anchieta são as que mais registraram casos de dengue em Umuarama
Redação
OBemdito
16 de junho de 2021 19h20

A Prefeitura de Umuarama divulgou, no último sábado (12), o novo boletim epidemiológico sobre os casos de dengue na Capital da Amizade. Desde o dia 26 de junho de 2020 foram registrados 1.063 notificações da doença, dos quais foram confirmados 127.

Segundo o boletim  55 localidades do município – somente os distritos de Roberto Silveira e Santa Eliza e a Vila Rural de Lovat continuam sem registro de casos.

A Vigilância Ambiental informa que 42 suspeitas da doença seguem em investigação e 894 notificações (84% do total) foram descartadas ou encerradas. Houve um caso de dengue com sinais de alarme e outro de dengue grave, sem registro de óbitos.

Os maiores volumes de casos estão nas UBS Guarani/Anchieta (20), Posto Central e Panorama (12), 26 de Junho (10), Jardim Cruzeiro, Cidade Alta e Lisboa (7), que inspiram maior atenção, bem como Vitória Régia, San Remo e Centro de Saúde Escola (5), Serra dos Dourados, Lovat, Conjunto Sonho Meu e Ouro Branco (4).

Em relação ao número de casos, encontra-se em situação de alerta o Sonho Meu, Jardim União, 26 de Junho, Posto de Saúde Central, Jardim Panorama, Guarani/Anchieta, Jardim Lisboa e Jardim Cruzeiro e o distrito de Serra dos Dourados. Nas demais unidades do município a incidência é baixa.

Para manter a doença sob controle a população deve reforçar medidas preventivas de rotina, vistoriar frequente o quintal, mantendo organização e limpeza, eliminar ou cobrir locais ou recipientes que possam acumular água e evitar a reprodução do mosquito Aedes aegypti.

(Assessoria)

LEIA TAMBÉM