Paraná

Fazendeiro de Umuarama é multado em R$ 180 mil por desmate em Alto Paraíso

Foi devastada uma área de quase 27 hectares de mata nativa

Foto: IAT
Fazendeiro de Umuarama é multado em R$ 180 mil por desmate em Alto Paraíso
Jaqueline Mocelin
OBemdito
10 de junho de 2021 20h26

Um fazendeiro de Umuarama foi autuado em R$ 180 mil após o Instituto Água e Terra (IAT) flagrar o desmate irregular de área de mata nativa. A propriedade em questão fica na cidade de Alto Paraíso. A ação dos fiscais do escritório regional do IAT aconteceu nesta quinta-feira (10) após denúncia.

Conforme o chefe regional do IAT, Felipe Furquim de Oliveira, além do desmate, o fazendeiro também estava dificultando o trabalho de fiscalização, pois abriu valas e enterrava as árvores extraídas.

Trata-se de árvores nativas, em área em estágio avançado de regeneração de 26,84 hectares. A área foi embargada pelo IAT e a madeira apreendida. Oliveira disse que depois do trâmite necessário, provavelmente a madeira seja doada para alguma entidade cadastrada.

O processo foi encaminhado para o Ministério Público. O proprietário da terra responderá criminalmente e uma ação civil pública. O nome do homem não foi divulgado pelo IAT.

O fazendeiro alegou que estava retirando a vegetação nativa para plantar mandioca no local.

LEIA TAMBÉM